Explicadores do Brasil

Laís Bodanzky e Naná Vasconcelos lançam mão de sua arte para explicar o Brasil e os brasileiros

Almanaque Brasil: Naná Vasconcelos

Desde a primeira carta de Pero Vaz de Caminha aos portugueses, muitas foram as explicações e teorias sobre o Brasil e seu povo. Algumas das mais saborosas estão no Coisas Nossas do Almanaque Brasil desta sexta (27), às 20h. Além dos etnógrafos e historiadores já citados, inclui as ideias de Darcy Ribeiro, Caio Prado Júnior e Euclides da Cunha.

"Observar o mundo e ser fiel ao máximo, respeitar a vida como ela é" é o princípio usado pela convidada do Papo Cabeça, Laís Bodanzky, para escolher os temas de seus filmes. Segundo Laís, "a vida é mais surpreendente que a imaginação, cheia de grande histórias" e ela usa sua sensibilidade para trazê-las até o público em filmes premiados como Bicho de 7 cabeças, Chega de saudade e As Melhores coisas do mundo. Entre outros assuntos, Laís conta sobre o bem sucedido projeto "Cine Mambembe" cujo objetivo é levar a riqueza do cinema brasileiro a públicos que não tem acesso a ele.

Naná Vasconcelos, o percussionista autodidata que se tornou um dos maiores instrumentistas brasileiros, é o convidado muito especial do Cantos do Brasil. Ele fala de sua carreira, que começou tocando bongôs e maracas para as pessoas dançarem e do desejo de ser solista, que alcançou com a ajuda do seu precioso berimbau. Fala também do projeto "Língua mãe", que devolve aos africanos toda a riqueza de sua influência, com uma nova roupagem, bem brasileira.

Ary Barroso, outro explicador musical da nossa terra, é a estrela do Ilustres Brasileiros. Vamos saber mais sobre a vida desse artista carioca, que além de compor e executar seus sucessos inesquecíveis, foi apresentador de televisão, locutor esportivo e torcedor fanático do Flamengo.

Quem freqüentava a ponte-aérea Rio/São Paulo antes da entrada dos aviões a jato, vai se divertir com o quadro É do Baú. O programa resgata as lembranças do saudoso Electra, que chegou a ser conhecido como "o Príncipe da Ponte Aérea."

No Ciência Doméstica, 100 milhões de técnicos entram em ação para definir as melhores táticas para o futebol brasileiro. No Você Sabia? mais uma da terra dos boleiros: uma vitória da esquerda que foi comemorada até pelos generais da ditadura militar.

E para pintar as belezas da terrinha, nada melhor do que uma bela caixa de lápis de cor. Quer ver Como é que se faz? Almanaquias distribui amplexos, enigmas e vexilologia pelas ruas da cidade. Quer saber o que é isso? Então não perca esse Almanaque Brasil, conduzido com maestria por Luciana Mello e Robson Nunes.

Apresentação: Luciana Melo e Robson Nunes

Horário: 20h

Reapresentação: Terça, à 1h30