Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Cooperativa de mulheres luta pela preservação do babaçu

Séria Amazônia Legal visita região do Médio Mearin no Maranhão

Amazônia Legal

No AR em 06/09/2019 - 00:00

Para documentar um bom exemplo de sistema produtivo que envolve comunidades e cooperativas em prol da preservação dos recursos naturais, Ramom Morato desembarca na região do Médio Mearin no Maranhão. Ícones da identidade cultural do Maranhão, as quebradeiras de coco conduzem-no a um passado de luta pela preservação das palmeiras de babaçu, uma das poucas fontes de renda destas mães de família. A força das mulheres do Maranhão resultou na organização social de mais de 400 mil agroextrativistas de babaçu dos Estados do Pará, Tocantins, Piauí e Maranhão na luta pelo babaçu livre e pela preservação e valorização do coco babaçu.

Quebradeiras de coco são ícones da identidade cultural do Maranhão
Quebradeiras de coco são ícones da identidade cultural do Maranhão - Amazônia Vídeo Produções

Da árvore do babaçu, as mulheres extraem o seu sustento. Transformam as palhas das folhas em cestos, a casca do coco em carvão e a castanha em azeite e sabão. Organizadas, criaram cooperativas para produção e comercialização de seus produtos, como farinha, azeite, sabonete e outros derivados do babaçu. Convidados pelas cooperativas, pesquisadores e comunitários provam que ciência, cultura e saberes tradicionais caminham juntos para enfrentar a pobreza em busca da valorização do potencial local.

Criado em 30/08/2019 - 17:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí