Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Uso do murumuru da Amazônia é resultado de investimento e ciência

Cultivado de forma sustentável, produto é base de cosméticos

Amazônia Legal

No AR em 15/08/2019 - 00:00

O Amazônia Legal vai até Abaetetuba, no Pará, conhecer o arranjo produtivo do murumuru. Extraído de uma palmeira da região, o fruto dá origem a um óleo largamente utilizado em produtos de beleza, por suas propriedades hidrantes. É bom para a pele e para os cabelos.

No passado, vista como praga, a palmeira cheia de espinhos do murumuru era derrubada e queimada pelos coletores de açaí. Hoje, com a descoberta dos benefícios da semente, a árvore é preservada. A mudança foi possível com o apoio técnico da iniciativa privada, da indústria de cosméticos —a  principal compradora da matéria-prima. Agroextrativistas da região se organizaram, então, em associações e cooperativas para o aproveitamento pleno, em escala industrial, da amêndoa.

A missão desta atividade econômica é garantir a melhoria contínua da qualidade de vida daqueles que podem resguardar os recursos naturais à medida que se beneficiam também. Uma relação de respeito, harmonia e interdependência entre homem e natureza.

O óleo de murumuru é obtido pela prensa das sementes ou das amêndoas
O óleo de murumuru é obtido pela prensa das sementes ou das amêndoas - Amazônia Vídeo Produções

Criado em 12/08/2019 - 14:55

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí