Menu programa

Brasileirão Série C – 2015

Campeonato reúne 20 clubes de 15 estados do país

As transmissões da Série C do Campeonato Brasileiro começaram na primeira rodada, em 16 de maio, e vão até o final de novembro. Ao longo da competição, 40 jogos serão exibidos aos sábados e domingos pela emissora, reunindo cerca de 30 profissionais para a cobertura nacional.

Diferente das outras séries, o campeão não sai por pontos corridos. A disputa conta com 20 clubes de 15 estados brasileiros, divididos em dois grupos de dez. Para as quartas de final, quando têm início os “mata-matas”, serão classificados quatro de cada chave. As duas equipes com as piores campanhas de cada grupo são rebaixadas para a Série D, porém, as que seguirem adiante, indo à semifinal, têm vaga garantida à série B. Em 2014, o campeão Macaé (RJ), Paysandu (PA), CRB (AL) e Mogim Mirim (SP) conquistaram este direito.

A primeira fase do campeonato é regionalizada. Na Chave A estão reunidos os times do Norte, Nordeste e Centro-Oeste: ASA (AL), Águia de Marabá (PA), América (RN), Botafogo (PB), Confiança (SE), Cuiabá (MT), Fortaleza (CE), Icasa (CE), Salgueiro (PE) e Vila Nova (GO). Já na Chave B, estão concentradas as equipes do Sul e do Sudeste: Brasil de Pelotas (RS), Caxias (RS), Guarani (SP), Guaratinguetá (SP), Juventude (RS), Londrina (PR), Madureira (RJ), Portuguesa (SP), Tombense (MG) e Tupi (MG).

“Os participantes são mais nivelados entre si”, analisa Carlos Borges, um dos escalados para, junto com Ricardo Mazella e Ruy Fernando, narrar as 

 Payssandu e Macaé, finalistas em 2014  (foto: Tiago Ferreira)

emoções dos confrontos. “Há muitos candidatos ao título, seja pela tradição, como Guarani e Portuguesa, ou pelo que estão apresentando este ano. O Tupi se classificou para a próxima fase da Copa do Brasil, o Salgueiro foi vice-campeão em Pernambuco e o Cuiabá acaba de ganhar a Copa Verde. Mas se fosse para cravar um favorito diria o Fortaleza”, aponta Borges, destacando que o atual campeão cearense “bateu na trave ano passado”, ao ser eliminado nas quartas de final pelo Macaé, em pleno Castelão, diante de mais de 60 mil torcedores.

Esquenta

Os comentários esportivos irão ficar sob a responsabilidade de Márcio Guedes, Jorge Ramos e Alberto Léo. As partidas serão transmitida na TV fechada e também na TV aberta por meio das emissoras parcerias da Rede Pública de Televisão, lideradas pela TV Brasil.

Sempre às 18h30, antes dos jogos, às 19h, a equipe da TV Brasil vai exibir reportagens especiais que vão mostrar os bastidores das disputas e informações relevantes sobre as torcidas, os atletas, a região, os costumes da população de cada cidade e de cada time. As matérias são produzidas pela TV Brasil e suas parceiras locais.

Pela internet

Na web, os internautas vão contar com uma página especial dedicada à Série C, reunindo todo o conteúdo produzido pelas equipes de reportagem. "Vamos liberar nesta semana a tabela de classificação e de jogos, que foram reformuladas e agora também podem ser acessadas por dispositivos móveis", destaca a editora de Esportes do Portal da EBC, Nathália Mendes, pontuando que o placar em tempo real também estará disponível na capa do portal, sempre que um jogo estiver acontecendo. "Nos próximos dias, vamos publicar um pequeno guia da Série C, consolidando informações de todos os clubes participantes e dando início à nossa cobertura".

Serviço:
Série C – TV Brasil
Horário: a partir das 18h30

A classificação indicativa é livre.

 

Episódios anteriores

Páginas