Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Especial com o cientista Sérgio Mascarenhas

Respeitado no Brasil e no exterior, o físico é Idealizador da Rede de

Brasilianas.org

No AR em 27/03/2012 - 01:00

O Brasilianas.org da próxima segunda-feira (26), às 22h, exibirá entrevista especial com o cientista Sérgio Mascarenhas. Professor visitante nas principais universidades do mundo, como Havard e o Massachusetts Institute of Technology (MIT), o físico e químico Sérgio Mascarenhas foi o idealizador e primeiro reitor da Universidade Federal de São Carlos e ajudou a fundar a Embrapa Instrumentação Agropecuária. Fundou e coordena o Instituto de Estudos Avançados de São Carlos, da USP, e também criou o Instituto de Pesquisas Adib Jatene. Além disso, acumula centenas de livros e artigos, e diversos prêmios e honrarias nacionais e internacionais, como o prêmio Conrado Wessel de Ciência Geral (2002) e a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico (2002).

Foi a partir de uma ideia de Mascarenhas que foi criada a Rede de Nanobiotecnologia, com 16 grupos de pesquisa trabalhando em rede, 16 projetos fundamentais que nasceram da usina de ideias do professor Mascarenhas. Hoje em dia, sob a direção de João Fernando, ex-discípulo de Mascarenhas, o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas da USP) vem amarrando diversas ideias elaboradas por Mascarenhas. O físico também tem se dedicado à pesquisas no campo da Neurociência, pesquisando a pressão intracraniana.

Mascarenhas desenvolveu um método muito pouco invasivo para medir a pressão interna do cérebro de pacientes com hidrocefalia, depois que foi diagnosticado com a doença e se inconformou com o método utilizado até então, extremamente invasivo. O professor então desenvolveu um chip, que é fixado externamente na cabeça por meio de uma pequena incisão, e um monitor externo, capaz de registrar as informações sobre a deformação óssea do crânio. A pesquisa foi apoiada pela FAPESP e o método foi patenteado no Brasil.

Dedicou-se, na fase inicial da carreira, ao estudo do efeito termodielétrico. Depois, realizou trabalhos na área de dosimetria de radiações (processo de monitoramento de radiação emitida), o que lhe permitiu, por exemplo, medir a quantidade de radiação existente em ossos das vítimas de Hiroshima.

No programa, foram abordadas as primeiras iniciativas de Mascarenhas, as influências, o contexto da ciência brasileira na época em que começou a pesquisa na física e suas atuais pesquisas em Neurociência, Bionanotecnologia e Educação Científica.

 

 

 

 




Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 27/03/2012 - 02:00 e atualizado em 27/03/2012 - 02:00

Ultimas

O que vem por aí