Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Caminhos da Reportagem aborda relacionamentos por aplicativo

Saiba como a tecnologia está mudando namoros e casamentos

Em novo dia e horário, às terças, às 22h30, o premiado programa jornalístico Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, inicia temporada com a matéria especial "Amor em tempos de aplicativo" sobre apps de relacionamento.

Nesta terça (16), a produção da emissora investiga de que modo a tecnologia interfere nas novas formas de conhecer pessoas, estabelecer contato no meio virtual e levar essa relação para a vida real.

Além do propósito desses aplicativos, o Caminhos da Reportagem investiga também as situações em que pessoas usam o artifício para aplicar golpes, destaca a importância da privacidade e analisa os riscos para a segurança de dados.

A tecnologia tem ampliado cada vez mais as possibilidades de se realizar diferentes tarefas apenas por meio de toques no celular. Um exemplo são os aplicativos, que possibilitam fazer compras, pagar contas, pedir comida e até encontrar alguém para se relacionar.

Os aplicativos de paquera vieram para revolucionar costumes: os flertes e olhares que aconteciam num mesmo ambiente estão sendo substituídos por curtidas de fotos e perfis de pessoas que podem estar a quilômetros de distância.

Entre os aplicativos mais conhecidos está o Tinder, que foi lançado em 2012 e tem usuários em mais de 190 países. Só no Brasil, são 10 milhões de cadastros. Foi com ele que o termo "match" ficou conhecido.

"Dar match" significa que aquela pessoa pela qual você se interessou também tem interesse no seu perfil. Para se ter uma ideia, o Tinder contabiliza, por dia, 26 milhões de "matches" no mundo.

Embora o termo tenha se popularizado, o psicanalista Christian Dunker destaca que esse temo não é o mais apropriado. "A palavra 'match' é muito ruim. Ela pode fazer a gente acreditar que o amor é um 'match' infinito e não é. Quando a gente ama de verdade a gente ama as imperfeições, a gente ama o que ele não tem, a gente ama aquilo que a gente pode acrescentar àquela vida para torná-la mais interessante", explica.

Para falar sobre esses relacionamentos no meio virtual, a equipe de reportagem da TV Brasil entrevista casais que se conheceram por meio de aplicativos, pessoas que ainda estão em busca de um par e, ainda, um casal tradicional, que está junto há mais de 40 anos. Cada um conta a sua forma de se relacionar, as dificuldades e os desafios das relações.

A professora Lenir Dourado conheceu o marido, Augusto, há dez anos, após uma de suas filhas inscrevê-la em um site de relacionamento. Lenir conta que o namoro foi à distância e o casamento por procuração. Só depois de cinco anos é que conseguiram morar juntos.

"Quando ele foi morar comigo, na minha cidade, parece que ficou, assim, aí fechou, completou. Mas às vezes eu brincava com meu esposo: 'ah, sabe que eu podia ir lá pro outro quarto e você ficar aqui, e a gente ficar na internet, me deu uma saudade de conversar com você'", brinca Lenir.

Ao mesmo tempo em que milhares de pessoas têm recorrido aos aplicativos para encontrar um par, há aquelas que os utilizam para aplicar golpes. A equipe do Caminhos da Reportagem foi a Valparaíso de Goiás para conhecer uma das 30 vítimas de Raimundo Nonato Silvério, o "Don Juan da internet", um falso italiano que aplicou golpes no Distrito Federal e em Goiás.

Com reportagem de Carlos Molinari e produção de Amanda Cieglinski, o programa da TV Brasil ainda aborda questões que envolvem a privacidade e a segurança dos dados fornecidos por usuários.

As informações disponibilizadas pelos usuários podem ser utilizadas por empresas de marketing. Vários aplicativos de relacionamento já tiveram dados vazados, expondo a identidade e dados íntimos dos seus participantes.  

Rodrigo Nejm, diretor de educação da Safernet Brasil, alerta que ao instalar um aplicativo no celular os usuários aceitam as condições e concordam com a possibilidade de terem seus dados gravados, comercializados ou compartilhados com outras empresas.

"Quando você junta esse grande quebra-cabeça, você tem hoje uma grande base de dados sobre tudo que você faz na internet", afirma Rodrigo Nejm na entrevista à equipe de reportagem.

Sobre o programa

Produção jornalística semanal da TV Brasil, o Caminhos da Reportagem leva o telespectador para uma viagem pelo país e pelo mundo atrás de grandes histórias, com uma visão diferente, instigante e complexa de cada um dos assuntos escolhidos.

Temas atuais e polêmicos são tratados com profundidade e seriedade pela equipe da emissora pública. Premiado, o programa é reconhecido como uma das principais atrações jornalísticas do país.

No ar às terças, às 22h30, o programa tem horário alternativo nas quintas às 5h30 e aos domingos, às 18h30.

Serviço
Caminhos da Reportagem – terça-feira, dia 16/4, às 22h30, na TV Brasil.
Caminhos da Reportagem – quinta-feira, dia 18/4, às 5h30, na TV Brasil.
Caminhos da Reportagem – domingo, dia 21/4, às 18h30, na TV Brasil.

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239

Criado em 16/04/2019 - 10:30 e atualizado em 16/04/2019 - 10:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí