Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Caminhos da Reportagem debate as saídas para o combate à violência no Rio de Janeiro

Ex-secretário de Segurança, Beltrame concede entrevista exclusiva

Caminhos da Reportagem

No AR em 01/06/2017 - 22:00

A trégua dos últimos dez anos parece ter chegado ao fim e a cidade maravilhosa sofre, mais uma vez, com a violência urbana. Os grandes eventos, como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, são passado, e a criminalidade é presente. 

Os policiais que deveriam proteger a cidade saem todos os dias às ruas sem saber se voltam. Só este ano mais de setenta PM's já foram mortos. De dentro da própria tropa surgem denúncias da falta de preparo e de estrutura para enfrentar o inimigo. Mas a polícia, de forma geral, também enfrenta outro sério problema: o descrédito gerado pela truculência e pelas constantes denúncias de corrupção. Além disso, o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) está à deriva, questionado até pela atual Secretaria de Segurança.

Policiais na comunidade da Rocinha, no Rio
Policiais na comunidade da Rocinha, no Rio - Tânia Rego/ Arquivo ABr

Nesta edição o Caminhos da Reportagem mostra um retrato sem retoques dessa dura realidade e sai em busca de possíveis soluções. A reportagem ouve cidadãos que já passaram por experiências violentas, moradores de áreas de risco e estudiosos como Sérgio Besserman, Silvia Ramos e Jaqueline Muniz, além de uma entrevista especial como ex-secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, que durante dez anos esteve à frente do combate à criminalidade no estado. 

José Mariano Beltrame, ex-secretário de segurança do Rio
José Mariano Beltrame, ex-secretário de segurança do Rio - Fernando Frazão/ABr

O ex-secretário fala sobre saídas para a crise: "Se o Rio de Janeiro não abordar a questão das comunidades, continuar tratando-as como guetos, continuar deixando elas em segundo plano, dificilmente nós vamos virar essa página de violência. Eu acho que nos dez anos em que a gente esteve lá, pelo menos as pessoas tiveram esperança. Tem solução? Eu acho que a gente demonstrou, de um certa maneira, que sim".

O Caminhos da Reportagem vai ao ar às quintas-feiras, às 22h, pela TV Brasil.

Ultimas

O que vem por aí