Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Mandela, entre nós

Edição celebra o centenário de um dos maiores líderes do século 20

Caminhos da Reportagem

No AR em 02/08/2018 - 21:45

Com discurso de combate ao ódio e à intolerância, ele inspirou milhões. Por sua trajetória, consagrou-se como um dos maiores líderes do século 20. Nelson Mandela nasceu em 1918, na Província do Cabo, na África do Sul, numa família de nobreza étnica e começou sua luta contra a opressão quando ingressou na faculdade. Com a radicalização das políticas racistas do grupo de extrema-direita que governava o país, Mandela combateu o regime e foi preso. Por 27 anos, cumpriu sua sentença e ali se tornou um símbolo mundial da luta contra o apartheid e pela igualdade. 

No centenário de Mandela, o Caminhos da Reportagem conta mais do que a história desse homem capaz de materializar mudanças tão profundas na sociedade. O programa mostra como seu exemplo foi, e ainda é, fonte de esperança e inspiração em todo o mundo, especialmente no Brasil, país que sofre com o racismo. Quando esteve aqui, em 1991, ele marcou uma geração. “Quando Mandela vem ao Brasil, meu coração abre, grita, jorra de alegria e de emoção”, contou, entusiasmado à repórter Luciana Barreto, o ator Antônio Pitanga. 

Em Campo Grande, bairro de periferia do Rio de Janeiro, o líder inaugurou o CIEP Nelson Mandela, escola pública municipal que mantém sua história viva até hoje. Na Apoteose, um show em sua homenagem atraiu 50 mil pessoas e foi inesquecível para os artistas que pisaram naquele palco. “Quando me deparo com Nelson Mandela ao lado, o sonho estava realizado”, conta o cantor Da Ghama, na época integrante do grupo Cidade Negra. O músico Altay Veloso resume seu sentimento de admiração: "Eu sempre tive a sensação de que o Mandela jamais ia embora, morreria”. 

Chamado de Madiba pelos sul-africanos, nome do clã ao qual pertencia, Mandela não se dobrou aos adversários e conseguiu construir, com base na conciliação, uma saída pacífica para uma África do Sul marcada por conflitos e divisões. Sua luta transformou-o em exemplo, ícone, inspiração no Brasil e no mundo.

Ficha técnica

Reportagem: Luciana Barreto 
Direção: Luciana Góes 
Edição de texto: Luciana Góes e Renata Cabral 
Produção de conteúdo: Natália Costa das Neves 
Produção executiva: Samantha Ribeiro 
Edição de imagem: Eric Gusmão 

Ultimas

O que vem por aí