Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

A arquitetura que nos une

Conheça projetos que buscam a melhoria na qualidade de vida

Caminhos da Reportagem

No AR em 06/12/2018 - 21:45

“Habitação não é só moradia. Habitação é a moradia mais as redes de infraestrutura, como água, luz e esgoto, mais os equipamentos comunitários – hospital e escola –, mais o acesso ao trabalho”. Com essa afirmação, o professor de arquitetura da Universidade de Brasília Luiz Alberto Gouvêa define o conceito de arquitetura social, tema deste Caminhos da Reportagem.

Os jardins verticais no Minhocão só melhoram a saúde e abaixam os níveis de poluição no centro de São Paulo
Os jardins verticais no Minhocão só melhoram a saúde e abaixam os níveis de poluição no centro de São Paulo - Divulgação/TV Brasil

Nossa equipe visitou cinco capitais – Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG) – a fim de mostrar projetos de arquitetura que buscam a melhoria na qualidade de vida das pessoas de baixa renda e que estão relacionados com o direito à cidade. Em Salvador, visitamos a região de Novos Alagados, onde um projeto de urbanização ficou famoso por retirar famílias das palafitas, e também o Pelourinho, onde casarões antigos foram revitalizados para abrigar funcionários públicos.

Em Heliópolis (SP), a vida a partir de outra perspectiva visual, com iluminação natural em todos os lados do apartamento para famílias de baixa renda
Em Heliópolis (SP), a vida a partir de outra perspectiva visual, com iluminação natural em todos os lados do apartamento para famílias de baixa renda - Divulgação/TV Brasil

No Rio de Janeiro, fomos ao Complexo Pedregulho, ícone da arquitetura que foi projetado para reunir moradia e serviços em um mesmo local. Em Heliópolis, uma das maiores favelas de São Paulo, um conjunto habitacional projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake permite aos moradores ver o mundo de outra forma: os apartamentos são redondos e a convivência entre os moradores é incentivada em espaços que em outros condomínios seriam destinados aos estacionamentos. E no elevado João Goulart, o chamado Minhocão, há três anos jardins verticais trazem ar puro e beleza numa área predominantemente cinzenta.

Já em Brasília, primeiro conjunto urbano do século XX a ser reconhecido como Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação a Ciência e a Cultura (Unesco), em 1987, discutimos o projeto de expansão e urbanização das áreas periféricas. Na capital mineira, o projeto “Arquitetura na Periferia” ensina técnicas de construção e manutenção para mulheres que moram em ocupações.

Mulheres aprendem técnicas de construção na periferia de Belo Horizonte
Mulheres aprendem técnicas de construção na periferia de Belo Horizonte - Divulgação/TV Brasil

Ficha Técnica
Reportagem: Flavia Peixoto, Paula Abritta e Priscila Kerche
Produção: Aline Beckstein,  Flavia Peixoto, Mariana Fabre, Paula Abritta e Thaís Rosa
Imagens: Gilmar Vaz, Jefferson Pastori, Milene Nunes, Rogerio Verçoza e Sigmar Gonçalves
Auxílio técnico: Alexandre Souza, Caio Araújo, Edivan Viana, Ivan Meira, João Batista Lima e Jone Geraldo
Edição de texto: Bianca Vasconcelos e Francislene de Paula
Edição de imagem e finalização: André Eustáquio, Carlos Almeida, Maikon Matuyama e Rodger Kenzo
Arte: Julia Costa
 

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 27/11/2018 - 12:15

Ultimas

O que vem por aí