Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Filhos da Rua

As dores e sonhos de meninos e meninas que dormem e trabalham nas ruas

Caminhos da Reportagem

No AR em 07/04/2019 - 19:30

Pelo menos 2,7 milhões de crianças e adolescentes estão no trabalho infantil, hoje, em todo o Brasil – e o número é subestimado, pois desconsidera, por exemplo, os que trabalham nos semáforos e os que engraxam sapatos. Só na cidade de São Paulo há cerca de 2 mil crianças que vivem nas ruas, sendo que 40% delas saíram de casa para escapar da violência doméstica. Não há um censo oficial que dimensione a população em situação de rua no país. Estes números são apenas a nuance quantitativa de uma realidade bastante dramática: as ruas são a referência de lar para muitos brasileiros, que jamais viveram sob um teto ou que há muito estão sem abrigo.

Reportagem entrevista jovem de 15 anos em situação de rua no Recife
Reportagem entrevista jovem de 15 anos em situação de rua no Recife - Divulgação/TV Brasil

Este episódio do Caminhos da Reportagem apresenta histórias como a de um jovem do Recife (PE), que aos 15 anos parece ter bem menos idade e passa os dias a limpar para-brisas e a usar drogas. Ou a da Jéssica, que saiu de casa aos 8 anos para usar drogas no centro da capital pernambucana e nunca mais voltou – hoje tem 27 anos. Há ainda relatos de adolescentes que vivem na Cracolândia, em São Paulo, ou que controlam o tráfico na região da Baixada do Glicério. E a saga de Adriana, que saiu de casa adolescente, de carona em um caminhão, sem saber o destino – e foi parar em Goiânia, onde teve três filhos na rua.
 
Estas são apenas algumas das histórias dessa edição. Nossa reportagem percorreu Manaus, Recife, Brasília, Goiânia e São Paulo para saber o que sonham essas pessoas e como percebem suas vidas, os dramas de enfrentar a violência e o preconceito, a luta pela sobrevivência. Em comum, o desejo de um dia poderem se abrigar das variações do tempo entre quatro paredes e um teto, ainda que sem conforto. “Eu queria morrer dentro de casa, não na rua, como muitas que morrem nessa vida. Não ter pra onde ir é a coisa mais triste nessa vida”, sintetiza Meire Mourão, que aos 60 anos jamais teve uma casa e que, agora, luta para transformar a própria vida com estudo e trabalho.

Repórter Ana Graziela Aguiar visita a Cracolândia, em São Paulo
Repórter Ana Graziela Aguiar visita a Cracolândia, em São Paulo - Divulgação/TV Brasil

Ficha técnica

Reportagem: Ana Graziela Aguiar
Edição de texto: Morillo Carvalho
Produção: Mariana Fabre
Imagens: Eduardo Viné, Sigmar Gonçalves e Rogério Ferçoza
Auxílio técnico: Alexandre Souza, Daílton Matos, Edivan Viana e Leandro de Oliveira
Edição de imagens: André Eustáquio e Henrique Corrêa
Finalização: André Eustáquio
Arte: Júlia Costa

Criado em 27/03/2019 - 14:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí