Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Masculinidades contemporâneas: homens possíveis

Como se define o homem do século 21?

Caminhos da Reportagem

No AR em 31/03/2019 - 19:30

Sete em cada 10 homens não falam de seus maiores medos com os amigos, segundo pesquisa realizada pela ONU com 20 mil pessoas em todo o Brasil. Eles são maioria atrás das grades – 96% da população carcerária –, cometem mais suicídios – 4 vezes mais que as mulheres –, e foram criados para serem os provedores da família brasileira.

O advogado Rafa Rios enfrentou preconceito quando se tornou florista
Oga Mendonça fala sobre os desafios de ser homem negro e a "obrigação" de ser o provedor da casa - Divulgação

O Caminhos da Reportagem ouviu homens de várias faixas econômicas e sociais, que fazem as mesmas queixas: foram educados para não chorar, para não jogar bola ou dirigir como mulher, para revidar as agressões com a mesma moeda, para ser um homem “de verdade”.

Rodas de conversa entre eles tem surgido em São Paulo, em grupos que discutem a mudança de paradigmas e atitudes em relação ao mundo que os condena com termos como masculinidade tóxica. Por que, afinal? Qual é o maior medo dos homens? Serem comparados com as mulheres, diz o professor Fábio Mariano, da PUC-SP.

Caminhos da Reportagem: Masculinidades Contemporâneas
O advogado Rafa Rios enfrentou preconceito quando se tornou florista - Divulgação

Ficha Técnica

Reportagem: Paula Abritta
Produção: Aline Beckstein, Paula Abritta, Thaís Rosa e Lucas Scatolini (estagiário)
Entrevista por internet: Moisés Rabinovic
Imagens: Alexandre Nascimento, Eduardo Viné, Gilmar Vaz, Jefferson Pastori e João Marcos Barboza
Auxílio técnico: Caio Araújo, Ivan Meira, Maurício Aurélio Marcelo, João Batista Lima, Johnny Geraldo e Wladimir Ortega
Videografismo: Lucas Souza Pinto
Edição de imagens e finalização: Maikon Matuyama
Roteiro e direção: Bianca Vasconcellos

Criado em 21/03/2019 - 13:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí

50 anos depois, a lua ainda fascina

Caminhos da Reportagem | terça, 22h30

O grande salto: 50 anos do homem na lua