Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

De Casa Nova

Como estão os imigrantes que vieram ao Brasil em busca de vida melhor?

Caminhos da Reportagem

No AR em 17/09/2019 - 22:30

O coração de um refugiado africano bate mais forte quando é parado pela polícia. “Eles me disseram que aqui no Brasil a maioria dos bandidos são pretos. Por isso também fui seguido pelo segurança de um supermercado, e alguns moleques me chamaram de macaco”, desabafa Shambuyi Wetu, artista da República Democrática do Congo. Agora ele diz que sabe quando e onde pode andar sem medo. Sua sobrevivência vem da venda de quadros ao exterior e das palestras para levar o conhecimento da história de seu país de origem.

Kaysar Dadour, ator
Kaysar Dadour, ator - Divulgação

O Caminhos da Reportagem mostra como imigrantes, os que escolheram e os que se surpreenderam ao descer no porto de Santos (SP), estão adaptados no Brasil. A família de Salim Alnazer ganhou mais qualidade de vida depois que o refugiado sírio obteve o diploma de farmacêutico revalidado. A oferta de trabalho aumentou para Rawa Alsagheer, refugiada palestina de 23 anos, depois que aprendeu português. Ela faz contação de histórias árabes para crianças, oficinas de danças e outros trabalhos relacionados à cultura dos palestinos.

O togolês Kawamivi Etiam começou como atendente e já foi promovido para o caixa na bombonière de um cinema em São Paulo. E também dá aulas particulares de francês. “Eu gosto do Brasil desde criança. Tem gente que prefere viajar para Nova York, França, mas eu gosto do Brasil”, diz o africano, distribuindo sorrisos enquanto serve pipoca. Fugindo de uma guerra que começou em 2011, Kaysar Dadour trabalhou como carregador de container de tecidos em Curitiba (PR), participou do BBB, de novelas da Globo e sua estreia no cinema está prevista para o final de novembro em “Carcereiros, o Filme”. Ele dispara: “Neste braço (mostrando o direito) corre sangue sírio, neste outro, sangue brasileiro”.

Ficha técnica
Reportagem: Bianca Vasconcellos
Produção: Aline Beckstein, Bianca Vasconcellos, Deise Machado, Éverton Siqueira Gomes (estagiário) e Maria Clara Pereira (estagiária)
Imagens: Jefferson Pastori, João Marcos Barboza e William Salles
Apoio de imagens: Bianca Vasconcellos
Auxílio técnico: Caio Araújo, João Batista, Ivan Meira e Maurício Aurélio Marcelo
Apoio produção – RJ: Natália Costa das Neves, Gilson Machado e Carlos Júnior
Videografismo: Lucas Souza Pinto
Apoio operacional: Antonio Blanes, Fabrizio Cesarino, Henrique Azevedo e Rafael Costa
Edição de imagens e finalização: Maikon Matuyama
Roteiro e direção: Bianca Vasconcellos

Criado em 11/09/2019 - 14:20

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí