Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

O Rap do Pequeno Príncipe Contra as Almas Sebosas

Documentário mostra a difícil realidade de dois jovens da periferia de

Cine Nacional

No AR em 07/03/2015 - 03:00

Cena de "O Rap do Pequeno Príncipe Contra as Almas Sebosa", premiado documentário nacionalCartaz do longa "O Rap do Pequeno Príncipe Contra as Almas Sebosas"Dois personagens reais, Garnizé e Helinho formam o eixo do documentário. Garnizé, músico, 26 anos, componente da banda de rap “Faces dos Subúrbio”, militante político e líder comunitário em Camaragibe, em Pernambuco, usa a cultura para enfrentar a difícil sobrevivência na periferia. Helinho, justiceiro, 21 anos, conhecido na comunidade como “O Pequeno Príncipe”, é acusado de matar 65 bandidos no município  e em alguns bairros do subúrbio de Recife.

Dois jovens moradores de uma mesma periferia. Para a sobrevivência de cada um, armas diferentes: o revólver e o instrumento musical; a bala e o batuque; o acerto de contas rápido, mortal em vez da conscientização através da palavra.

Os dois são os opostos e ao mesmo tempo iguais na condição de filhos de uma guerra social silenciosa que é travada diariamente nas grandes cidades brasileiras.

O filme é um registro histórico da juventude e da cultura urbana da capital do estado de Pernambuco. Para contextualizar esses dois personagens centrais, muitos outros elementos do cotidiano de Recife compõem este documentário: o futebol aos domingos, o dominó, o baile funk, a praia, o chope com os amigos, as festas religiosas e as diferentes "tribos".

Dirigido por Paulo Caldas e Marcelo Luna, o documentário ganhou diversos prêmios em festivais nacionais. Inédito. 90 min.




Ano: 2000. Gênero: documentário. Direção: Paulo Caldas e Marcelo Luna.

Classificação Indicativa: 14 anos

Criado em 07/03/2014 - 19:44 e atualizado em 03/03/2015 - 14:47

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí