Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Coparentalidade e inseminação artificial são tema do Sem Censura

Programa traz caso de Mel Paranhos que optou pela inseminação

No Sem Censura que a TV Brasil exibe às 17h de quinta-feira (11), a apresentadora Vera Barroso recebe a fotógrafa baiana Mel Paranhos, que há cerca de cinco anos optou pelo método de inseminação artificial caseira a fim de engravidar da pequena Lis, que hoje tem quatro.

Mel recorreu à técnica caseira depois de constatar que o procedimento realizado em clínicas particulares custava mais de 20 mil reais. A fotógrafa contou com um amigo – que também tinha interesse em ser pai – para atuar como o doador de sêmen.

Ainda no programa de quinta, o advogado Afonso Feitosa, especialista em Direito Familiar, explica a coparentalidade, que acontece quando duas pessoas decidem gerar e educar um filho sem manter um vínculo romântico entre si, ou seja, uma família sem o laço amoroso entre os pais. A prática, que ganha popularidade na internet, ainda é uma novidade para a Justiça do Brasil.

Sob o comando de Vera Barroso com Bruno Barros e Carol Rocha, o Sem Censura está no ar desde 1985. O programa tem uma hora de duração na telinha e extensão de quinze minutos no Facebook.

A interação com o público é garantida com a hashtag #semcensura no Twitter, Instagram e Facebook. O programa foi um dos primeiros da televisão brasileira a abrir espaço para a participação dos telespectadores, ainda nos anos 1980. A atração também é transmitida por streaming pelo Facebook.

Serviço:
Sem Censura: coparentalidade e inseminação caseira.
Ao vivo.
Quinta-feira, 11 de julho, às 17h, na TV Brasil.

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239

Criado em 10/07/2019 - 13:00 e atualizado em 10/07/2019 - 13:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí