Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

A Felicidade de Margô

O filme brasileiro é baseado em crônica assinada pelo médico e

Cine CPLP

No AR em 09/05/2017 - 06:15

Protagonista anda pela ruaProfissional do sexo de origem humilde, Margô conhece desde a infância as agruras da exclusão, e a decorrente marginalização. Após passagem pela polícia, seguida de encarceramento no estado da Bahia, a protagonista decide domar seu gênio intempestivo e adotar um estilo de vida diferente na metrópole paulistana, longe das drogas e da criminalidade, embora ainda restrita às condições de trabalho impostas pela sua condição social.

Neste ponto da história ela conquista a tão almejada promoção, ao ser convidada para ser gerente no bordel onde trabalha, porém o encontro com um agente da lei à beira de um colapso nervoso põe o sonho de Margô à prova.

Uma curiosidade é a breve aparição no filme de Drauzio Varella, que faz um transeunte. Ao ser abordado por Margo, que lhe pede “fogo”, buscando a acender seu cigarro, Drauzio explica orgulhoso: não minha filha, parei faz tempo.




Direção: Mauricio Eça
Codireção e roteiro: Paulo Garfunkel
Produção: Sergio Lopes
Produção Executivia: Silvia Prado
Direção de Fotografia: Eduardo Makino

Ultimas

O que vem por aí