Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Diálogo Brasil debate o enfrentamento ao racismo

Convidados falam sobre a realidade dos negros no país

Diálogo Brasil

No AR em 28/05/2018 - 22:15

Vivemos, há 130 anos, presos no dia seguinte ao 13 de maio de 1888: os negros, ainda hoje, sofrem com problemas muito parecidos àqueles. Essa é a constatação do presidente da Fundação Palmares, Erivaldo Oliveira, que também afirma que a Lei Áurea foi injusta e insuficiente para, de fato, libertar os negros da escravidão. Erivaldo é um dos convidados desta edição do Diálogo Brasil, que debate o enfrentamento ao racismo.

Para falar do tema, o jornalista Maranhão Viegas também recebe o economista e consultor legislativo do Senado, Mário Theodoro. Para ele, é preciso investir cada vez mais na educação e qualificação da população negra. E os números reforçam essa necessidade: menos de 7% das mulheres que se declaram pretas e pardas no Brasil têm diploma, mais de 50% nunca foram à escola ou não têm ensino fundamental completo, segundo dados da última PNAD.

Outro consenso entre os convidados é que o investimento político e financeiro em políticas públicas é fundamental para resguardar os direitos dessa população. Para os entrevistados, é preciso garantir a permanência na terra, como é o caso das populações quilombolas, é preciso garantir trabalho e aceso à saúde para que caminhemos rumo à igualdade racial.

Ainda participam do programa Luciana Barreto, jornalista da TV Brasil; Juvenal Araújo, secretário nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial; e Heliana Hemetério, da Rede Nacional de Lésbicas Negras e vice-presidenta da ABGLT.

Diálogo Brasil recebe Erivaldo Oliveira, presidente da Fundação Palmares, e Mário Theodoro, consultor legislativo do Senado
Diálogo Brasil recebe Erivaldo Oliveira, presidente da Fundação Palmares, e Mário Theodoro, consultor legislativo do Senado - Divulgação

Criado em 25/05/2018 - 16:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí