Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Qual a solução para o nosso transporte?

Após greve de caminhoneiros, Diálogo Brasil reflete sobre o assunto

Diálogo Brasil

No AR em 11/06/2018 - 22:15

Planejamento e investimentos em sistemas intermodais de transporte podem evitar problemas como os gerados pela última greve dos caminhoneiros que parou as rodovias do país inteiro. Essa é opinião da doutora em transportes Mônica Velloso que participa do Diálogo Brasil.

E por que não apostamos mais em alternativas? Para discutir problemas e soluções para os transportes no Brasil o jornalista Maranhão Viegas também recebeu o especialista em transporte e representante da Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos – ANPTrilhos, Carlos Alexandre. Para ele, para além dos transtornos causados, a paralisação dos caminhoneiros deve gerar reflexão e “tirar vários projetos da gaveta”. Carlos Alexandre defende ainda que são necessárias políticas de transporte que ultrapassem os períodos de mandato dos governos e sejam feitas pensando no Estado.

Maranhão Viegas conversa com Mônica Velloso e Carlos Alexandre no Diálogo Brasil
Maranhão Viegas conversa com Mônica Velloso e Carlos Alexandre no Diálogo Brasil - Divulgação/TV Brasil

Atualmente 75,9% da produção no Brasil é escoada por transporte terrestre. A via marítima, a segunda opção mais usada, não representa pouco mais de nove por cento, apesar de termos quase sete mil quilômetros de costa. Em terceiro lugar vem a malha aérea e depois as ferrovias e hidrovias, de acordo com a pesquisa Custos Logísticos no Brasil 2017, da Fundação Dom Cabral.

Ainda participam do programa, por vídeo, a pesquisadora do Núcleo de Economia Agrícola da Unicamp, Jamile Coleti e o especialista em ferrovias, Marcos Kleber.

O Diálogo Brasil vai ao ar sempre às 22h15 na TV Brasil.

Criado em 11/06/2018 - 13:50

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí