Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

O lixo nosso de cada dia

Maranhão Viegas conversa com especialistas sobre descarte de resíduos

Diálogo Brasil

No AR em 23/07/2018 - 22:15

Apesar da previsão de que todos os lixões a céu aberto no Brasil fossem fechados até 2014, essa meta ainda está longe da realidade. Ainda existem cerca de três mil locais deste tipo em todo o país, contrariando a Política Nacional De Resíduos Sólidos aprovada em 2010. Além disso, cada brasileiro continua produzindo mais ou menos 1kg de lixo por dia e apenas 3% deste resíduo é reciclado, de acordo com os dados apresentados no Congresso Cidades Lixo Zero. O restante vai parar nos lixões e aterros.

Maranhão Viegas conversa com especialistas sobre descarte de resíduos
Maranhão Viegas conversa com especialistas sobre descarte de resíduos - Divulgação/TV Brasil

Para o presidente do Instituto Lixo Zero, Rodrigo Sabatini, exemplos de tratamento do lixo feitos em outros países, como Estados Unidos, Itália e África do Sul, deveriam inspirar os brasileiros na hora da destinação dos resíduos. Segundo ele, a separação correta do lixo em casa, a coleta seletiva efetiva e o envio para reciclagem geraria mais qualidade de vida e, principalmente, economia. “Hoje o lixo é o terceiro maior gasto dos municípios. Isso está tirando escolas, postos de saúde, saneamento, calçadas, um monte de benefícios, em nome de um objetivo besta”, afirma Sabatini, que participa do Diálogo Brasil.

O jornalista Maranhão Viegas também recebe o economista do IPEA, Albino Alvarez, para discutir as possibilidades de descarte mais consciente do lixo e o reaproveitamento de resíduos. Para além de políticas públicas, o economista entende que as estratégias de diminuição da geração de lixo só serão efetivas com o engajamento da sociedade e que a adesão a um estilo de vida que produza menos resíduos vai dar um retorno positivo. “Se a população perceber que aquilo que ela está fazendo está diminuindo os custos do processo como um todo e, eventualmente pode até reverter numa diminuição daquilo que ela paga, isso pode motivar”, acredita Alvarez.

Também participam por vídeo deste episódio a presidente da Centecoop -DF, Aline Sousa; o sócio da Giral Viveiro, Mateus Mendonça; e o coordenador do projeto Amazônia Lixo Zero, Guto Lima.

O Diálogo Brasil vai ao ar toda segunda-feira, às 22h15, pela TV Brasil.

Criado em 19/07/2018 - 18:15

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí