Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

A situação dos refugiados no Brasil e no mundo

A pior crise humanitária desde a Segunda Guerra Mundial, a questão dos

Diálogo Brasil

No AR em 28/12/2016 - 03:45

Jornalista Bernardo Carvalho recebe Luiz Fernando Godinho e Flávia Leão
Para falar sobre o assunto, o programa entrevista a coordenadora do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), Flávia Leão, e o porta-voz no Brasil do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Luiz Fernando Godinho.

Hoje, mais de 20 milhões de homens, mulheres e crianças fogem de conflitos ou perseguições em seus países. Na tentativa de cruzar fronteiras, quase seis mil morreram apenas no ano passado. No Brasil, os pedidos de refúgio passaram de 966 em 2010 para mais de 28 mil em 2015, um crescimento de 2.868% em cinco anos. O país já tem cerca de nove mil refugiados de 79 nacionalidades, a maioria (2.300) de origem síria.

Segundo Luiz Fernando, 52% dos refugiados são crianças e jovens de até 18 anos, parte mais vulnerável do contingente de refugiados. Flávia Leão destacou a necessidade de tratamento especial também ao público LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, transgêneros e intersexuais), segundo ela, vítimas potenciais de violações dos direitos humanos mesmo quando em deslocamentos internos nos próprios países.  Para Flávia, em geral, a concessão de refúgio é benéfica ao país que o concede. A propósito, o representante do Acnur destacou a importância de reforçar essa mensagem em momento de crescente xenofobia mundo afora.

O Diálogo Brasil vai ar toda terça, às 20h30, pela TV Brasil. Esse episódio é apresentado pelo jornalista Bernardo Carvalho. Também participam do programa sobre refugiados, por meio de depoimentos, os diretores da Cáritas Arquidiocesana de São Paulo e do Rio de Janeiro, Padre Marcelo Monge e Cândido Feliciano da Ponte Neto; a diretora da Instituição Migrações e Direitos Humanos, Rosita Milese; e a diplomata brasileira Maria Luiza Ribeiro Viotti, chefe de gabinete do novo secretário-geral da ONU, o português António Guterres.
 




Direção: Cintia Vargas
Edição: Adriano Lafetá
Produção: Beatriz Abreu, Adriano Lafetá e Ana Passos

Ultimas

O que vem por aí