Menu programa

Uso medicinal da maconha

Diálogo Brasil debate a regulamentação para o uso medicinal de substâncias químicas extraídas da maconha.


A importação de produtos à base de canabidiol para tratamento de saúde foi autorizada no ano passado, por decisão liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, e regulamentada em março, por resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na semana passada, a Anvisa anunciou regras para registro, produção e venda controlada de remédios à base de tetrahidrocanabinol (THC) e de canabidiol.
Os medicamentos produzidos a partir da maconha são usados para aliviar o sofrimento de pessoas com câncer, epilepsia, esclerose múltipla, glaucoma e outras doenças.

Este Diálogo Brasil reúne o neurocientista Renato Malcher, professor da Universidade de Brasília, e a gerente de Produtos Controlados da Anvisa, Renata de Morais. Membro da Associação Brasileira de Pacientes de Cannabis Medicinal, Norberto Fischer também participa, com depoimento em vídeo. Fischer é pai de Pai de Anny, de oito anos de idade e que faz uso de canabidiol há três anos, para contornar crises convulsivas.