Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Alimentação: sobrevivência, cultura e afeto

 

O biólogo Alberto, num acesso de fome durante a madrugada, reflete como esta sensação é o que determina nossa sobrevivência na dinâmica da biosfera. "Num sentido evolutivo, somos o que comemos. Alimentação é um ato cultural e profundamente afetivo", avalia. Ele relembra que foi por causa de um sanduíche de mortadela que conheceu Fernanda e, por isso, resolve convidá-la para jantar em sua casa. O problema é que ela é vegetariana e ele esqueceu de perguntar o que ela gosta de comer.


Assista ao episódio completo: Alimentação
 




Ultimas

O que vem por aí