Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Humberto Costa culpa sistema político pela crise

Para líder do governo, presidencialismo de coalizão está esgotado

Espaço Público

No AR em 13/04/2016 - 02:00

Humberto Costa participa do Espaço Público. Crédito: Fábio Pozzebom/Agência BrasilO esgotamento do presidencialismo de coalizão é uma das raízes da crise política no Brasil, na avaliação do senador Humberto Costa (PT-PE), líder do governo no Senado. Numa espécie de mea-culpa, ele admitiu, em entrevista ao programa Espaço Público, da TV Brasil, que a eleição de um presidente sem garantia de maioria no Congresso e a existência de dezenas de partidos levam a negociações pouco republicanas.

Costa também assumiu que boa parte da responsabilidade cabe ao próprio partido e ao governo. Segundo ele, “o PT facilmente se amoldou a esse desenho [do presidencialismo de coalizão]”, preferindo se enquadrar ao esquema vigente a promover profunda reforma política quando chegou ao poder em 2003 e “era mais forte, tinha maior base de sustentação”. O senador avalia que havia “ampla condição de, pelo diálogo político, não precisar viver a situação [de crise] em que hoje estamos, lutando para termos 200 votos”.

O líder admitiu que o PT e o governo cometeram muitos erros: “Falhamos em manter esse diálogo permanente, erramos na relação com o Congresso Nacional, erramos na relação com nossa base social”. Para ele, contudo, a saída não é o impeachment nem novas eleições, mas o respeito à Constituição e ao resultado das urnas de 2014. “Independentemente do que venha a acontecer no próximo domingo [quando o plenário da Câmara decidirá pelo afastamento ou não da presidenta Dilma], o PT precisa se reformar, se modificar, ter uma nova maneira de fazer politica.”

  Humberto Costa lembrou que Maurício Macri elegeu-se presidente na Argentina com margem de votos mais apertada do que a de Dilma Rousseff.  Também citou crises vividas por vários outros países, como Paraguai, Grécia, Espanha e Portugal. E se disse convencido de que a atual presidenta e o PT estão em melhores condições de superar as dificuldades do momento e levar o Brasil a recuperar mais rapidamente a liderança na América Latina e o protagonismo internacional.

Transmitido pela TV Brasil toda terça-feira, às 23h, o programa Espaço Público tem como âncora o jornalista Paulo Moreira Leite, com a participação do jornalista Florestan Fernandes Júnior. A entrevista com o senador Humberto Costa teve, ainda, a participação da repórter Hylda Cavalcanti, da Rede Brasil Atual.




Criado em 11/04/2016 - 19:44 e atualizado em 13/04/2016 - 13:06

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí