Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Stedile defende greve geral contra impeachment

Militante do MST quer inviabilizar eventual governo Temer

Espaço Público

No AR em 20/04/2016 - 02:00

Um dos mais destacados líderes dos movimentos populares no país, o militante do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e da Frente Brasil Popular João Pedro Stedile volta a insistir numa greve geral para inviabilizar um possível governo Temer. Depois de defender a ideia no sábado, véspera da votação da Câmara que aprovou a abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, ele reapresentou a proposta na noite de terça-feira, em entrevista ao programa Espaço Público, da TV Brasil.

“O que a burguesia quer não é trocar de presidente, é implementar um programa neoliberal para recuperar sua taxa de lucro”, acusou Stedile. “Qual é a arma que a classe trabalhadora tem neste momento? É dizer para a burguesia: olha, nós não aceitamos plano neoliberal, não aceitamos perder direitos e não aceitamos perder salário”, continuou o economista gaúcho, defendendo que a saída da crise depende de um projeto de país endossado pelas forças sociais.

Perguntado se os trabalhadores estariam dispostos a aderir a um greve geral diante do desemprego crescente, ele respondeu que essa é a resposta que se busca agora. Hoje e amanhã, a Frente Brasil Popular reúne-se para analisar a conjuntura e definir uma data para eventual paralisação. A ideia é que a greve seja convocada antes da decisão do Senado sobre o impeachment.

Stedile reconhece que os movimentos sociais ainda não conseguiram uma adesão expressiva às manifestações contra o afastamento de Dilma. Na avaliação dele, “os pequenos burgueses são 8%” e chegaram ao limite de suas forças nas manifestações pró-impeachment. Já cerca de 80% da classe trabalhadora teria ficado em casa. Ele conta agora com a ação de sindicatos organizados. E deu exemplos: “Os petroleiros da Petrobras, se quiserem, param a empresa. Nós, na agricultura, temos condição de parar; parar as estradas, o transporte de mercadorias”.

Transmitido pela TV Brasil toda terça-feira, às 23h, o programa Espaço Público é apresentado pelo jornalista Paulo Moreira Leite, com a participação do também jornalista Florestan Fernandes Júnior. Na entrevista com João Pedro Stedile, a mesa foi composta, ainda, pela repórter Júlia Duailibi, da revista Piauí. 




Criado em 18/04/2016 - 11:41 e atualizado em 04/05/2016 - 17:23

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí