Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Grandes nomes da música nacional e internacional

Estúdio Móvel exibe o que rolou de melhor no Festival Jazz e Blues de

Estúdio Móvel

No AR em 02/10/2014 - 21:00

O Estúdio Móvel de hoje tem a presença de um músico de talento notável e com uma grande história de superação. Raul Midón é um cantor de soul contemporâneo, compositor e guitarrista, filho de uma mãe afro-americana e um pai argentino, vive em Nova York, onde a sua carreira deslanchou. Raul Midón, assim como o seu irmão gêmeo, Marco Midón, são cegos desde o nascimento, apesar da deficiência, tanto Raul quanto o seu irmão alcançaram sucessos nas carreiras, Raul um grande músico de jazz e o seu irmão é engenheiro da NASA.

A técnica do Raul Midón ao violão chamou tanta atenção quanto sua voz suave. Além dos seus lendários improvisos vocais com sonoridade de trompete, que pode facilmente ludibriar qualquer ouvinte desavisado. Seu álbum de estreia com uma grande gravadora, “State of Mind”, teve participações de Stevie Wonder e Jason Mraz, sendo lançado pela Manhattan Records em 2005. Seu estilo único mostra influência de praticamente todos os gêneros musicais que vieram antes dele, incluindo jazz, blues, R&B e folk. Seu mais recente álbum, “Don't Hesitate” foi todo produzido no estúdio que o Raul Midón construiu na sua casa, totalmente adaptado para pessoas com deficiência como a dele. 

A tarefa de apresentar o próximo convidado é árdua, isso porque não é possível resumir em algumas linhas a extensa trajetória dele. O Estúdio Móvel entrevistou o compositor, arranjador, produtor musical, e guitarrista brasileiro, Toninho Horta. Ele já era músico profissional aos dezesseis. Começou a tocar na noite belo-horizontina. Nessa mesma época conheceu Milton Nascimento, Beto Guedes e Lô Borges, que mais tarde iniciaram parcerias musicais, culminando no movimento que marcou a história da MPB nos anos 70 – o Clube da Esquina.  Nos anos seguintes, entre Minas Gerais e o Rio, trabalhou em centenas de gravações, ao lado de muitos artistas consagrados. Dentre tantos, Gal Costa, Nana Caymmi e Elis Regina.

Já nos anos 90, radicado em Nova Iorque, o músico consolidou sua arte no exterior. A partir daí, seguiu viajando ininterruptamente para o Japão, Coréia e vários países na Europa, onde tocou com grandes nomes internacionais. O virtuosismo de sua guitarra deu-lhe o prêmio de 5º melhor guitarrista do mundo pela revista londrina Melody Maker, em 1977, e o 7º melhor, em 1988, consagrando-o como um dos mais admirados músicos dos últimos tempos. , Toninho leva na bagagem 25 cds lançados de sua autoria, contando com alguns relançamentos.

Liliane Reis entrevista o escritor e ilustrador Roger MelloSaindo do festival e indo na direção da literatura e ilustração. Liliane Reis conversa com Roger Mello. Roger, foi uma criança que nasceu e cresceu numa casa cheia e livros. Que traçou com lápis, no papel, os caminhos que sonhou seguir na vida. Um criador que carrega nas tintas e na emoção, no exercício diário de entender, aprofundar e revelar a realidade brasileira. Aí está o diferencial da sua obra como escritor e ilustrador. Premiado nas duas categorias no Brasil e no exterior, foi o primeiro artista brasileiro a conquistar o Prêmio Hans Christian Andersen, considerado o “Nobel” da literatura infantil, na categoria ilustração. O trabalho do escritor e ilustrador Roger Mello é fascinante, graças a sua beleza e originalidade. Trata-se de mais um feliz caso, na Literatura Infantil, onde a função de ilustrador conjugou-se a de escritor.




Criado em 02/10/2014 - 14:03 e atualizado em 30/10/2014 - 12:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí