Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Psiquiatra Italo Marsili é o entrevistado do Impressões

Médico criou método próprio para lidar com "vitimismo"

Impressões

No AR em 14/10/2019 - 23:00

Formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, o controverso médico psiquiatra Italo Marsili é o entrevistado deste Impressões. Aluno do pensador Olavo de Carvalho e um fenômeno nas redes sociais, ele tem se dedicado a orientar pessoas a enfrentar o “vitimismo” por meio de método próprio, chamado “terapia de guerrilha”

Na entrevista, ele comenta as observações que deram origem a sua forma de trabalhar e fala sobre a busca de uma geração pelo amadurecimento pessoal. É neste terreno que o trabalho dele encontra solo fértil. “Como se eu estivesse dando ferramentas para que essas pessoas que já querem se livrar dessa puerilização, que possam amadurecer”, avalia. 

"Trabalhe, sirva, seja forte e não encha o saco' são lemas de Marsili
"Trabalhe, sirva, seja forte e não encha o saco" são lemas de Marsili - Divulgação/TV Brasil

A criação dos filhos também e tema da conversa. Marsili é pai de seis. Na família dele, desde cedo, as crianças são ensinadas a colaborar, fazendo a cama, lavando louças e cuidando dos mais novos. Segundo ele, as crianças precisam ter responsabilidades. “Tem uma puerilização que entrou em todos os domínios da vida, inclusive nesse, de pais com filhos”.

Criador do método "terapia de guerrilha" fala ao Impressões
Criador do método "terapia de guerrilha" fala ao Impressões, por Divulgação/TV Brasil

Marsili se diz um otimista, porém, lembra que nem tudo é ‘positividade” e chama atenção para a saúde mental.  A depressão, por exemplo, afirma, é desencadeada por uma série de fatores. “´É uma redução do espaço vital, o sujeito se sente encolhido, não consegue experimentar prazeres e nem se projetar com ação no mundo”. E revela que o próprio foi vítima de um tipo de transtorno causado por estresse, a Síndrome de Burnout.
 

Criado em 11/10/2019 - 16:05

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí