Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Trilhinha: poema de Manuel Bandeira

Série de interprogramas traz crianças declamando poesia

Os estudantes Lorrany Ribeiro, de 11 anos, e Luan Mendes, também de 11 anos, fazem uma bela interpretação do poema "Trem de ferro", do poeta pernambucano Manuel Bandeira. Nessa segunda temporada da série de interprogramas, dez estudantes da rede pública de ensino do Rio de Janeiro interpretam poemas de autores brasileiros com obras dedicadas ao público infantil.

Confira o poema "Trem de ferro", de Manuel Bandeira:

Café com pão
café com pão
café com pão

Virgem maria que foi isto maquinista?

Agora sim
café com pão

Agora sim
café com pão

Voa, fumaça
corre, cerca
ai seu foguista
bota fogo
na fornalha
que eu preciso
muita força
muita força
muita força

Oô..
Foge, bicho
foge, povo
passa ponte
passa poste
Passa pato
 

Passa boi
passa boiada
passa galho
de ingazeira
debruçada
que vontade
de cantar!

Oô…
quando me prendero
no canaviá
cada pé de cana
era um oficia
ôo…
menina bonita
do vestido verde
me dá tua boca
pra matá minha sede
ôo…
vou mimbora voou mimbora
não gosto daqui
nasci no sertão
sou de ouricuri
ôo…

Vou depressa
vou correndo
vou na toda
que só levo
pouca gente
pouca gente
pouca gente…

Os estudantes que participam da série são da Escola Municipal Azevedo Sodré, localizada no Rio Comprido - zona norte do Rio - e foram incentivados pela professora Fernanda Paschoal a ter contato com a literatura em sala de aula desde novinhos.

Criado em 11/10/2019 - 11:10

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí