Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Trilhinha: poema de Paulo Leminski

Série de interprogramas traz crianças declamando poesia

No primeiro interprograma da nova temporada do Trilhinha, o estudante Caio Alexandre, de 11 anos, declama o poema "O ovo do coelho", do saudoso poeta Paulo Leminski. Nesta segunda temporada, dez estudantes da rede pública de ensino do Rio de Janeiro interpretam poemas de autores brasileiros com obras dedicadas ao público infantil.

Confira o poema "O ovo do coelho" - Paulo Leminski:

Coelho não bota ovo,
Quem bota ovo é galinha.
Mas eu conheço um coelho
Que é mesmo uma maravilha.
Os ovos que ele bota,
Você nem imagina.
São ovos de chocolate
Ou ovos de baunilha.
Por isso, nosso coelho
Foi expulso da família.
O pai dele disse: - meu filho,
Isso é coisa de galinha.
O coelho respondeu rapidamente:
- Meu pai eu não tenho culpa,
Botar ovo é meu destino.
Se não posso botar ovos em casa,
Prefiro botar sozinho.
E foi assim que o coelho
Saiu de casa para a rua,
Botando ovo na páscoa,
No sonho de todo mundo.

Criado em 11/10/2019 - 10:40

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí