Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Meios de comunicação vivem o imperativo do audiovisual

Especialistas analisam a "era do vídeo"

A popularização das tecnologias da comunicação trouxe o imperativo do audiovisual na sociedade em geral e também na mídia. Já tivemos a era da imprensa, do rádio e do cinema. Hoje, vivemos a era do vídeo. 

"Na década de 1960 no Brasil todo havia umas duas dúzias de câmeras profissionais capazes de fazer captação de vídeo. A evolução foi muito rápida. Hoje você tem uma produção em potencial no seu equipamento de celular", explica Gilvani Moletta, diretor técnico de operações da TV Cultura.

Além dessa alta produção e difusão de conteúdo em vídeo que as novas mídias possibilitam, há a convergência desses produtos para os outros meios de comunicação, sejam tradicionais ou não.

José Carlos Aronchi, jornalista e especialista em Vídeo Educativo pela University of London, explica que hoje nenhum veículo de comunicação pode prescindir do vídeo. "O vídeo se tornou um recurso audiovisual indispensável para qualquer meio de comunicação", reforça o jornalista. "Dia desses eu li um portal de internet se referindo a uma rádio que divulgou um vídeo. Esse é o exemplo de total dependência que a mídia tem hoje do elemento visual para complementar a informação", acrescenta.

Independente do canal em que será difundido, Gilvani aconselha que o importante é que o vídeo produzido tenha qualidade e seja atraente.

O Mídia em Foco discute a "Era do Vídeo" nesta quarta-feira (15/11), às 22h30, na TV Brasil. 
 

Ultimas

O que vem por aí