Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Transmídia

Entenda a estratégia que visa atingir um público maior e mais engajado

Contar histórias que se expandem e se complementam com o uso de diferentes mídias. A palavra transmídia vem do inglês transmedia e significa além da mídia. O termo foi cunhado pela professora norte-americana Marsha Kinder, em 1991. Porém, narrativas transmidiáticas existem há milhares de anos. As histórias bíblicas, por exemplo, nascem das tradições orais, passam para a linguagem escrita, chegam às artes plásticas, ao teatro e ao audiovisual, sempre acrescentando novos elementos ao universo retratado. 

A era transmídia começou há muito tempo numa galáxia nada distante. Star Wars é um exemplo contemporâneo bem sucedido de narrativa transmídia. Após o lançamento do filme em 1977, a série ganhou especiais de TV, histórias em quadrinhos, animações, games e muito mais. No Brasil, o personagem de Zé do Caixão e a Turma da Mônica são pioneiros na arte de criar um universo multimeios, explorando suas histórias nas HQs e em todas as telas há décadas.

O universo transmidiático de Matrix, nos anos 2000, recebeu algumas críticas mas também trouxe muitas inovações na área de mídia e produção de conteúdo. É um dos primeiros exemplos de algo que realmente nasce transmídia, assim como Zica e os Camaleões. A personagem da série animada exibida pela TV Brasil lançou disco, escreveu livro, tem blog e interage com o público nas redes sociais. Essa estratégia é cada vez mais adotada não apenas no entretenimento, mas também na publicidade e no jornalismo, buscando atingir um público maior, mais conectado e mais engajado.

“Transmídia é como se fosse um quebra-cabeça. Cada pecinha está espalhada em alguma mídia de uma forma suave. Não pode ser algo muito radical que corta a história no meio e ninguém entende aquela história”, diz Rodrigo Arnaut
“Transmídia é como se fosse um quebra-cabeça. Cada pecinha está espalhada em alguma mídia de uma forma suave. Não pode ser algo muito radical que corta a história no meio e ninguém entende aquela história”, diz Rodrigo Arnaut - Divulgação

Participam deste episódio:

Fábio Fernandes, professor de Comunicação e escritor

Rodrigo Arnaut, diretor de Negócios da EraTransmídia

Sergio Lopes, produtor audiovisual

Tags:  transmídia

Criado em 17/12/2018 - 23:00

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí