Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Blecaute: 30 anos sem o General da Banda

A arte de quem alegrou os carnavais cariocas a partir dos anos 1950

Musicograma

No AR em 10/02/2013 - 21:00

BlecauteBlecauteO Musicograma especial deste domingo de Carnaval homenageia um dos mais expressivos representantes do Carnaval: Otávio Henrique de Oliveria, o inesquecível "Blecaute, o General da Banda".

O especial volta no tempo para mostrar, em imagens do acervo da TV Brasil, a trajetória desse paulistano que elegeu o Rio de Janeiro para viver.

Até criar a imagem caricata do "General da Banda", título do seu maior sucesso musical, e alegrar os carnavais da Avenida Presidente Vargas, nos idos de 1950, com o uniforme cheio de alamares e dragonas, Blecaute teve que vencer muitas batalhas. A primeira, para se adaptar a um país em violenta transição sociopolítica, depois, a pessoal, para ser aceito e se inserir nas mudanças.

Otávio Henrique de Oliveira, o futuro Blecaute, compositor e cantor de porte nobre, sorriso largo e cabelo alisado nasceu em São Paulo e cresceu como todo menino negro da época: o apreendiazdo na rua substituía a escolaridade formal. Foi engraxate, vendedor de jornal, aprendiz de mecânico e frentista, atividades que deram visão crítica e o prepararam para a vida.

A múscia nasceu nos contatos com a boêmia, nas gafieiras paulistas. Essa cultura ele trouxe para o Rio de Janeiro nos anos de 1940, onde assentou praça, ajudado por Luiz Gonzaga. O apelido "Blecaute', uma forma abrasileiradas da expressão inglesa "black out", ou seja, "preto pro fora", era uma provovação racista que ele encarava com naturalidade.

Parceiro em composições de nomes como grande Otelo, Newton Teixeira, Haroldo Lobo e Herivelto Martins, Belcaute, ou melhor, o General da Banda, ou ainda "Monsier Blecaute", como o chamava o radialista César de Alencar, morreu em 1983, aos 64 anos. Refletir sobre sua obra nestes 30 anos de morte é reviver um momento do país de que ele participou com intensidade e grandeza.




Criado em 31/01/2013 - 12:05 e atualizado em 28/05/2013 - 16:16

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí