Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Especial - 70 anos de Jards Macalé

Atração homenageia o irreverente e original músico

Musicograma

No AR em 03/03/2013 - 00:30

Jards Macalé em açãoIrreverência e originalidade marcam a produção de Jards MacaléCompositor, cantor, instrumentista, ator, mas, sobretudo e principalmente, um criador sempre disposto, como assume nestes versos de “Let’s Play That”, uma das suas canções mais famosas, feita em parceria com Torquato Neto, a “desafinar o coro dos contentes”.

Jards Macalé chega aos 70 anos de idade e 41 de carreira como uma das principais referências artísticas das décadas de 1960 e 1970, quando o contraponto à repressão política só era possível pelas expressões coletivas da música, teatro, artes plásticas, cinema e literatura.

Carioca nascido na Tijuca, Macalé cresceu entre a bola e a música. O sonho de ser jogador de futebol durou pouco, pois era impossível abandonar as batucadas no morro. Em casa, a avó e a mãe reforçavam a lição, ouvindo os cantores do rádio, enquanto o pai tocava acordeão. Foi o caminho para se profissionalizar como aluno do maestro Guerra Peixe.

Aluno aplicado tinha tudo para seguir o caminho dos clássicos até que um dia, ao passar por um boteco, viu um violonista dedilhando um violão, de maneira nada convencional, acompanhado por um ritmista numa caixa de fósforo. Este encontro com Nelson Cavaquinho e Ciro Monteiro fez com que Macalé reavaliasse a paixão pela música e “sujasse” mais o seu violão, dando-lhe a cara de rua que tem até hoje.

Embora a carreira de Macalé tenha começado nos anos 1950, quando criou os conjuntos “Dois no Balanço” e “Fantasia de Garoto”, que transitavam pelo jazz, pela seresta e pelo samba, seu nome está ligado ao Tropicalismo. Foi na casa dele que Caetano Veloso, os poetas Torquato Neto e Capinam e o maestro Rogério Duprat se encontravam durante os primeiros contatos no Rio de Janeiro.

É destaque na sua carreira a apresentação de “Gotham City”, parceria com Capinam, no Festival Internacional da Canção, de 1969, quando anunciou aos gritos que havia "morcegos e abismos na porta principal".




Criado em 19/02/2013 - 18:27 e atualizado em 13/03/2013 - 15:15

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí