Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Jorginho do Império e a Velha Guarda do Imperio

Cantor honra as origens ao valorizar a história da verde e branco de

Musicograma

No AR em 22/09/2013 - 00:30

Jorginho do Império - Arte: Osmério EllerVelha Guarda do Império - Arte: Osmério EllerJorginho do Império completou 40 anos de carreira. Nestas quatro décadas vem honrando a Império, adotada como sobrenome. Filho de Mano Décio da Viola, um dos fundadores da Império Serrano, Jorginho começou a carreira artística ao lado do amigo Martinho da Vila. Em 1975, em parceria com Gracia do Salgueiro grava "Na beira do mar", o primeiro grande sucesso. Desde “Pedra noventa”, lançado em 1973, manteve a média de um álbum por ano. Mesmo com a chegada do CD não deixou o público sem atenção. Brilhou nas rodas daqui e levou o samba à Europa e ao Oriente.

Uma das marcas na carreira de Jorginho sempre foi divulgar a obra do pai, Mano Décio da Viola, o que ganhou destaque no novo CD “Jorginho do Império ao vivo - O filho do imperador”, gravado ao vivo em 2012. Chama atenção no projeto o samba “Apoteose ao Rio”, escrita por Mano Décio há 40 anos. As mudanças no Rio de Janeiro atual conferem atualidade ao tema. Mestre dos versos de louvação, Mano Décio deixou ao filho a lição escrita e explicada.

Esta lição está intimamente ligada às Velhas Guardas, símbolos de resistência da memória e da grandeza do samba do Rio de Janeiro. A atual formação da Velha Guarda do Império surgiu em 1999 para honrar a história do primeiro grupo, formado por Mano Décio da Viola, Mestre Fuleiro, Tio Hélio, Carlinhos Vovô, Nilton Campolino e Djanira. Este grupo havia se dispersado na década de 1980 e a iniciativa de reativar a Velha Guarda Musical da escola partiu de três grandes nomes do samba: Nilton Campolino, membro da primeira geração da Velha Guarda; do baterista Wilson das Neves e do compositor Zé Luiz.

Fiel à tradição, mas atenta à modernidade, a presença da Velha Guarda nos estúdios ou nos palcos, abençoando novos talentos é uma assinatura que confere valor e respeito.


Criado em 03/09/2013 - 18:57 e atualizado em 04/09/2013 - 14:14

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí