Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Nilze Carvalho e Zeca do Trombone no Samba na Gamboa

Samba instrumental é o tema do bate-papo de Diogo Nogueira

No programa Samba na Gamboa desta sexta (9), às 21h45, na TV Brasil, o cantor e apresentador Diogo Nogueira faz um tributo ao samba instrumental na presença de dois dos maiores músicos da MPB: Zeca do Trombone e Nilze Carvalho.

Aclamados no país e no exterior, os convidados esbanjam talento no repertório de clássicos como "Nó na madeira", "Regra três", "Batucada dos nossos tantans", "Cai no samba", "Barracão" e "Batendo a porta".

A roda de samba da emissora pública destaca a obra desses dois artistas talentosos na edição inédita da sétima temporada. Nilze Carvalho começou a tocar aos cinco anos de idade. Aos seis, sua estrela já brilhava nos palcos. Já Zeca do Trombone foi revelado ainda no colégio interno e hoje é um dos maiores instrumentistas do Brasil.

Durante o programa conduzida por Diogo Nogueira, os músicos recordam os primeiros passos na carreira artística, falam sobre o incentivo e a reação das famílias e destacam a interação com as plateias em suas apresentações.

Zeca do Trombone e Nilze Carvalho ressaltam a importância da formação em música para a juventude e dão conselhos a jovens que sonham em brilhar na carreira artística no decorrer do papo exibido com exclusividade pela TV Brasil.

Talento de Nilze Carvalho surgiu na infância

Albenise de Carvalho Ricardo, a célebre Nilze Carvalho, é cantora, compositora, bandolinista e um dos expoentes do choro no país. Entre uma canção e outra, ela conversa com Diogo Nogueira sobre sua carreira e a participação em vários projetos como "Mulheres de Zeca" e "Sururu na Roda".

Nesse Samba na Gamboa, Nilze Carvalho diz para o bamba Diogo Nogueira que se considera uma artista inquieta. Ela conta que gosta de botar a mão na massa, como no último CD "Verde, amarelo, negro, anil", indicado ao Grammy. No repertório, o disco traz releituras de sambas clássicos, outros menos conhecidos e composições próprias.

A carreira de Nilze começou quando sua família a surpreendeu tocando cavaquinho ainda criança. O primeiro disco foi gravado quando a garota prodígio ainda tinha apenas 12 anos. Intitulado "Choro de menina", o álbum foi lançado em 1981.

Já aos 14, a jovem foi acompanhada pelo renomado conjunto "Época de Ouro" em dois dos quatro discos da série "Choro de menina". Considerada um fenômeno, ainda adolescente percorreu vários países em turnê, como Japão, Holanda, França e Austrália.

Na atração do canal público, ela lembra do enorme interesse das plateias pela música brasileira. A instrumentista chegou a morar no Japão, antes de voltar ao país e estudar Música na Unirio.

Em 2002, Nilze passou a integrar o grupo "Sururu na roda" Como cantora, foi indicada ao Prêmio Tim como melhor cantora de samba pelo CD "Estava faltando você". Em 2014, lançou o elogiado CD "Verde, amarelo, negro, anil".

Versatilidade marca trajetória de Zeca do Trombone

Considerado, no país e no exterior, um dos maiores músicos brasileiros em atividade, Zeca do Trombone tornou-se famoso ao acompanhar estrelas como Wilson Simonal, Tim Maia, Elizeth Cardoso, Beth Carvalho, Alcione e Martinho da Vila.

No papo com Diogo Nogueira na TV Brasil, Zeca afirma que tem orgulho de trilhar uma carreira de instrumentista com coerência e cuidado na qualidade de seus trabalhos. Hoje, consegue estar em cartaz o ano inteiro e conquistou um público fiel. Resultado de muito estudo e dedicação à música.

Como verdadeiro showman, faz apresentações em todo o país atualmente e é conhecido por ser um profissional apaixonado e versátil. Foi Elis Regina quem descobriu seu talento de intérprete ao vê-lo cantarolar uma composição em um grupo de músicos.

O artista nasceu em Campo Grande, bairro da Zona Oeste do Rio e se orgulha de ter sido aluno do maestro Rubem de Farias. Em 1977, gravou o disco "Zeca do Trombone e Roberto Sax", resultado do enorme sucesso da dupla em shows. No ano seguinte, gravou um compacto. Ainda lançou os discos "Rota do mar" e "Gafieira".

Sobre a sétima temporada do Samba na Gamboa

Nesta sétima temporada, em 21 edições de 52 minutos, o sambista Diogo Nogueira recebe nomes aclamados e artistas em início de carreira de várias vertentes da música nacional. A nova geração está representada por jovens talentos que estão conquistado espaço como Arlindinho, Juninho Thybau, Mingo Silva e Nego Álvaro, entre tantos outros.

Já a turma com a bagagem de anos na estrada reúne astros como Martinho da Vila, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Sombrinha, Teresa Cristina, Roberta Sá, Antonio Carlos e Jocafi, Xande de Pilares, Pretinho da Serrinha e Nilze Carvalho, além dos grupos Fundo de Quintal, Amigos do Pagode 90 e Casuarina.

Produzido pela TV Brasil em parceria com a Giros, o Samba na Gamboa tem direção geral de Belisário França. A banda que acompanha Diogo Nogueira no programa é formada por Alceu Maia (produção musical e cavaquinho), Cacau de Castro (surdo), Carlinhos de Castro (pandeiro), Daniel Félix (percussão), Victor Neto (sopros) e Wallace Peres (violão sete cordas).

No ar toda sexta-feira, às 21h45, o Samba na Gamboa também pode ser acompanhado pela TV Brasil nas madrugadas de sexta para sábado, às 4h45, e aos sábados, às 18h30. As edições do programa também ficam disponíveis no site da TV Brasil. O conteúdo sob demanda pode ser acessado no endereço: http://tvbrasil.ebc.com.br/sambanagamboa.

Serviço
Samba na Gamboa – sexta-feira, dia 9/11, às 21h45, na TV Brasil
Samba na Gamboa – sexta-feira, dia 9/11, para sábado, dia 10/11, às 4h45, na TV Brasil
Samba na Gamboa – sábado, dia 10/11, às 18h30, na TV Brasil
Samba na Gamboa – http://tvbrasil.ebc.com.br/sambanagamboa

Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239

Ultimas

O que vem por aí