Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Sandra de Sá, uma missionária da MPB

Cantora e compositora pensava em ser psicóloga na juventude

No Mundo da Bola

No AR em 14/10/2019 - 22:00

Ela tem os olhos coloridos e já jogou muita coisa fora no lixo. Nas músicas, diz que tem sede de fome e fome de luz. Sandra de Sá é a nova participante do quadro "Bate-Bola". Nesse primeiro episódio da entrevista ao repórter Sergio du Bocage, ela confessa que, antes de se tornar cantora, pensava em ser psicóloga, e chegou a cursar a faculdade o nono período. Foi quando surgiu um festival da canção e a mudança de rumo aconteceu, graças a um convite de Fafy Siqueira e a Leci Brandão, que interpretou a música dela no festival (Morenando). Sandra de Sá compara as duas missões - de compor e de cantar. A cantora lembra da infância, do tio Jorge que a levava para comprar discos, de onde surgiu a paixão pela música e o conhecimento dos muitos ritmos musicais. Por fim, Sandra de Sá fala de Cazuza, um amigo importante no início da carreira, a ponto de se tornar o padrinho do filho dela.

 

Sandra I1
Sandra de Sá e Sergio du Bocage

Criado em 14/10/2019 - 23:05 Por Sergio du Bocage

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí