Menu programa

Tchiloli - Identidade de um Povo

Filme apresenta a encenação de uma peça teatral do Séc. XVI

O documentário “Tchiloli – Identidade de um Povo” regista uma encenação teatral e musical do século XVI, escrita por Baltasar Dias e levada da Ilha da Madeira para São Tomé e Príncipe na época do início das plantações de cana-de-açúcar.

Ao longo dos anos e aos olhos dos seus habitantes, a peça se transformou na representação da própria história do país. Numa alternância entre danças e discursos, animada por uma orquestra tradicional, o documentário regista este espetáculo fazendo analogias com as realidades culturais das ilhas de São Tomé e Príncipe.

O país, que já foi colônia portuguesa, é constituído por um mosaico de culturas, resultante da miscigenação entre europeus, asiáticos e africanos. A peça “Tchiloli” é o expoente máximo desta miscigenação, exibido geralmente ao ar livre em que o ritmo compassado e cadenciado de danças dos figurantes deixa transparecer o modo de vida do povo.

Trata-se de um longo espetáculo de mais de quatro horas, baseado num crime cometido pelo Príncipe herdeiro da coroa do Imperador francês Carlos Magno. O enredo desenvolve-se em torno de um dilema em que o criminoso nega o crime, enquanto o Rei é forçado a decretar pena de morte contra o próprio filho.


Direção: Felisberto Branco

País de origem: São Tomé e Príncipe

Ano: 2009

Gênero: documentário