Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Justiça determina readmissão de professora transexual

Decisão alega discriminação de gênero na demissão

Notícia SP

No AR em 12/09/2018 - 14:00

A Justiça do Trabalho determinou a recontratação de uma professora transexual demitida do colégio Anglo Leonardo da Vinci em Barueri, na grande São Paulo. Luiza Coppieters foi dispensada da escola em 2015, pouco tempo depois de assumir a transexualidade e acusou o colégio de discriminação. Na época, o Anglo disse que o desligamento da professora aconteceu por motivos profissionais. Na decisão publicada no início do mês, a juíza Daiana Santos, da 2ª Vara do Trabalho de Barueri, considerou que a demissão foi de fato por transfobia. O colégio anunciou que vai acatar integralmente a decisão judicial. 

Criado em 12/09/2018 - 18:35

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí