Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Caminhos da Reportagem recorda a Batalha do Jenipapo nesta quinta (10/9)

Programa lembra um capítulo pouco conhecido do processo de

Exatamente na semana em que se comemora o dia 7 de Setembro, o Caminhos da Reportagem relembra um dos movimentos que contribuíram para a independência do Brasil e a consolidação do território nacional: a Batalha do Jenipapo. Produzida pela TV Antares, do Piauí, emissora da Rede Pública de Televisão (RPTV), a matéria especial vai ao ar nesta quinta-feira, 10 de setembro de 2015, às 22h, na TV Brasil.

 

A equipe do programa investiga como foi a luta de cearenses, maranhenses e piauenses contra as tropas portuguesas. Especialistas, historiadores, estudantes e familiares de combatentes contam o que restou na memória dos moradores da região sobre este episódio da história do país.

Considerada como uma das mais sangrentas lutas em solo brasileiro, a batalha aconteceu às margens do Rio Jenipapo, na cidade de Campo Maior (PI), a pouco mais de 80 km de Teresina. Armados com facões, machados e armas artesanais vários brasileiros foram mortos nesse confronto. Ali também está o cemitério dos heróis da Batalha que além de ponto turístico da região, passou a ser um local de peregrinação. A cidade também abriga um monumento para homenagear as pessoas que se sacrificaram no embate.

Ao contrário do que se imagina, a independência do Brasil não se limitou ao grito de Dom Pedro I no riacho do Ipiranga e nem se deu de forma pacífica como relata a história oficial. Ela foi um processo que demorou quase dois anos, marcado por lutas violentas e sangrentas, como a da Batalha do Jenipapo ocorrida no Piauí em 13 de março de 1823. Além de consolidar a independência na região, o confronto pôs fim aos planos portugueses de manterem uma colônia no norte do Brasil.

O Caminhos da Reportagem ainda analisa como o assunto é lembrado e discutido nas salas de aula do ensino fundamental por professores e alunos.

Serviço
Caminhos da Reportagem – quinta-feira (10), às 22h, na TV Brasil

Ultimas

O que vem por aí