Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Caminhos da Reportagem coloca em pauta a apropriação cultural

O uso de turbante por uma adolescente branca causou discussão em todo

Os limites que separam apropriação cultural, preconceito e racismo estão em debate no programa Caminhos da Reportagem desta quinta (18), às 22h, na TV Brasil.

 

A equipe da atração jornalística apresenta várias situações em que a adoção de elementos específicos de uma cultura por um grupo cultural diferente gerou polêmica.

 

É o caso de uma estudante de 19 anos, branca, que usava turbante na cabeça para esconder a careca, resultado do tratamento de câncer. Quatro jovens negras a esperavam no final da escada rolante do metrô para questionar porque ela estava usando um turbante.

 

O uso de adereços e símbolos identificados com a cultura negra levantou polêmica. A artista Juliana Luna relata que sofre hostilidade por ensinar brancos a usar turbante. Ela disse que é chamada de “negra da Casa Grande”.

 

O que parecia ser um incidente banal, causou controvérsia e reacendeu a discussão sobre a cultura do oprimido, apropriação cultural, preconceito e racismo. O Caminhos da Reportagem aborda a questão a partir da perspectiva de vários segmentos da sociedade que emitem opiniões sobre o tema.

 

O programa ainda entrevista jovens indígenas que refletem sobre estampas e artesanatos utilizados pela indústria, sem que o lucro seja revertido para as suas comunidades.

 

Serviço:
Caminhos da Reportagem – quinta-feira (18), às 22h00, na TV Brasil.

Ultimas

O que vem por aí