Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

A comunicação na África

Celulares, internet e outros meios dão espaço a assuntos polêmicos e

Nova África

No AR em 25/04/2017 - 09:30

O Nova África mostra experiências de sucesso no setor de comunicações em países africanos e como a comunicação está contribuindo para a união de todo o continente.

Na Tunísia, por exemplo, basta um olhar sobre os telhados para saber a importância que o país da à informação. As antenas parabólicas se amontoam e levam para as residências notícias do país e do exterior.

A revolução, que levou à queda do presidente Zine El-Abdine Ben Ali, fez com que os tunisianos procurassem por formas mais rápidas e confiáveis de informações. O caminho foi através do celular, que acabou se tornando uma arma da revolução.

O programa também mostra o site de notícias Tunisia Live, que teve um papel relevante durante os eventos que derrubaram o poder e hoje representa o principal canal de notícias sobre o país para o exterior.

Veja ainda a realidade da comunicação no Marrocos e como a internet tem ajudado na mudança dos costumes do país. Em uma entrevista com a jornalista e blogueira Nadja Lamlula, considerada uma das profissionais mais influentes do país, ela fala sobre o espaço de liberdade criado em seu blog, em que ela aborda assuntos polêmicos no país.

Com a ajuda de Nadja e de outros blogueiros, a internet vem produzindo revoluções em toda a África e, por meio das redes sociais, a nova geração consegue ter acesso a assuntos que antes eram censurados.

Do Marrocos, o programa segue para Angola e mostra uma revista impressa em português que busca conquistar leitores de todo o mundo interessados na realidade do continente.

Criada e escrita por angolanos, o periódico África 21 se diferencia pela cobertura de qualidade e pela escolha dos temas abordados. A revista conta com a participação de correspondentes estrangeiros como a jornalista uruguaia Beatriz Bissio, e busca atingir cada vez mais público, incluindo o brasileiro.




Ultimas

O que vem por aí