Agostinho Neto e a liberdade angolana

Nova África mostra a história do idealizador da independência de Angola

Angola é o quinto maior país africano e é reconhecido pelo mundo como uma das nações com maior potencialidade econômica da região. Com acesso ao mar, recursos agrícolas e minerais abundantes, 18 milhões de pessoas respiram o ar da liberdade e desfrutam de um país em franco desenvolvimento.

Mas nem sempre as coisas foram assim. A liberdade de Angola não ocorreu com facilidade e custou o sangue e a vida de muitas pessoas. O Nova África mostra a saga de um guerreiro e idealizador da independência angolana: Agostinho Neto. Filho de um pastor evangélico e de uma professora, Agostinho desde sempre demonstrou capacidade para os estudos.

O ingresso no curso de medicina na Universidade de Coimbra proporcionou a Agostinho Neto novas perspectivas sociais. Mais tarde, seu posicionamento político acabou levando-o à prisão pela polícia política portuguesa.

O programa mostra os primeiros passos de Agostinho Neto na revolução ao participar da fundação do Movimento Anti-colonialista (MAC), impulsionado pelo também revolucionário Guineense, Amílcar Cabaral. Veja também como foi criado o Movimento Popular de Liberação de Angola (MPLA), que até hoje se encontra no poder e responsável pelas evoluções do país.

Mbeto Traça, general angolano que conviveu com Agostinho, revela fatos inéditos sobre esse heroi nacional e a sua sensibilidade à frente dos problemas enfrentados por uma Angola colonial.

Quem também fala sobre Agostinho é a sua esposa Maria Eugênia Neto, e sua filha Irene Neto, que contam sobre o dia a dia de Agostinho e a sua simplicidade e sensibilidade aos problemas da população. O programa mostra as dificuldades políticas enfrentadas por esse combatente da liberdade e as suas superações em um período político conturbado em todo o hemisfério.