Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Diversidade cultural

Programa mostra diferentes culturas nos países do continente africano

Nova África

No AR em 22/04/2017 - 09:30

Muitos enxergam a África como um continente genérico e único, mas com 54 países e outras dezenas de culturas, esta imensa região é múltipla e repleta de diversidades. O árabe-berbere e o negro-africano são considerados os dois maiores referenciais culturais do continente. As duas raízes permitiram a origem de uma múltipla variedade cultural e de duas mil línguas e dialetos diferentes.

O Nova África mostra a beleza dessa mistura, começando por Guiné Conacry, região do oeste africano onde alguns países ainda conservam uma tradição antiga: os griots. Representados por artistas, os griots são responsáveis por dar conselhos ao rei e aos governantes por meio da dança, teatro e, principalmente, da música. Eles são como mensageiros que transitam entre a realeza e o povo. Uma missão que é levada a sério e passada de pai para filho.

O músico Shelku Benbeya, que com a sua guitarra e instrumentos modernos mantém viva a tradição, é um dos entrevistados do programa. Nos anos 1960 e 1970 o representante mais pop dos griots foi responsável em apresentar a arte para o mundo. O Nova África mostra também Daddi Cool e seu grupo, considerados um dos mais novos representantes griots, que continuam com a tarefa de aconselhar o rei sobre os assuntos do país.

De Guiné o programa segue para Ruanda e mostra a beleza do Royal Ballet de Ruanda. Responsável por preservar uma tradição centenária, o grupo foi criado pela monarquia para entreter os visitantes do reino. Hoje, encanta plateias de todo o mundo transmitindo a cultura ancestral de seu país.

Em Burundi, a tradição de um grupo criado para agradar reis e rainhas que com o tempo conquistou todo o planeta, os Tambores Reais de Burundi. Considerado o grupo mais antigo de tambores no país, eles mantêm tradições ancestrais e são os únicos a produzirem os seus próprios instrumentos. O líder Antime Baruashakaje, o único representante vivo que se apresentou para a realeza, conta um pouco dessa história e mostra a mágica realizada por seus tambores.
 




Ultimas

O que vem por aí