Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Entrevista com Edusa Chindecasse, a Luena Voss de Windeck

A atriz angolana Edusa Chindecasse esteve no Brasil para o lançamento de Windeck - Todos os Tons de Angola, na TV Brasil, e concedeu uma entrevista exclusiva para o blog da novela. No bate-papo, a intérprete de Luena Voss falou sobre sua personagem, a relação dela com o pai (Xavier) e o irmão (Kiluanji), e sobre o segredo que a editora-chefe da Divo esconde da família e dos colegas de trabalho, além de outros conflitos da trama africana.

Edusa também contou como alguns temas, como homossexualidade, machismo, violência doméstica, a liderança das mulheres nos altos cargos da novela, foram recebidos pelo público angolano.

Acompanhe a novela Windeck no Twitter e Facebook

A atriz ainda falou sobre as semelhanças entre o povo angolano e o brasileiro, a importância da aproximação entre os dois países e disse estar otimista com a recepção da novela africana pelo público no Brasil. "Nós consumimos novelas brasileiras desde a década de 1980. Conhecemos a cultura brasileira graças a elas. Seria bom o povo brasileiro conhecer a nossa cultura também", acrescentou, afirmando que Windeck pode ser a ponte entre os dois países.

Edusa demonstrou surpresa com o fato de os brasileiros não produzirem nem serem habituados a assistirem a novelas com elenco majoritariamente negro. "Já nos ocorreu de querer saber por que as novelas brasileiras geralmente têm um, dois ou, no máximo, três atores negros. Por que não há mais? Quando vês a novela na televisão tu vês um Brasil. Mas quando venho ao Brasil passar férias, por exemplo, vejo negros na rua. Se 50% da população é negra, por que não estão nas novelas? É uma pergunta que nós angolanos nos fazemos", questiona. Para a atriz, a exibição de Windeck no país permitirá que o negro se veja e se sinta representado.

Edusa fala sobre homossexualidade na novela e em Angola:

Confira a entrevista completa abaixo:




Criado em 13/01/2015 - 19:43 e atualizado em 09/03/2015 - 17:27

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí