Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Canal Televisão - Um morro do barulho

Série de ficção tem a cultura da favela como protagonista

Olhar Nacional

No AR em 06/05/2018 - 18:00

O governo proíbe a reprodução pública do funk. As escolas no morro não recebem mais recursos e estão fechando. A sensação é de que a cultura e a educação estão com os dias contados na comunidade. Nesse contexto, Perninha tem uma ideia: “E se tivéssemos um espaço nosso para fazer minha web rádio, dar aulas, estudar, jogar vídeo game, dançar?”. Tenta convencer cinco amigos para a empreitada que, de início, vai aos trancos e barrancos. Mas, com o tempo, eles criam o inesperado: uma força jovem local e um centro comunitário para todos.

TV Brasil exibe a série de ficção Canal Televisão - Um morro do barulho
TV Brasil exibe a série de ficção Canal Televisão - Um morro do barulho - Divulgação/Cocriativa

Episódio 1 - Piloto
Perninha anuncia em sua web rádio uma nova lei que proíbe a reprodução pública do funk. Além disso, a escola do morro passa a fechar às tardes, por falta de recursos. Com tantas restrições, Perninha se junta a Pedrão, Wandin, Tetê, Nandinha e Juju, e tem uma ideia: “E se tivéssemos um espaço nosso para fazer a minha webradio, dar aulas, estudar, jogar videogame, dançar?”. O caminho é árduo em um contexto de repressão policial e poucas alternativas, mas algo começa a surgir no horizonte.

Episódio 2 – Gente boa
Persuasivos, Perninha, Wandin e Pedrão conseguem se apropriar de um galpão ocioso para começar as atividades do ainda precário Centro Comunitário Gente Boa. Enquanto a repressão ao funk aumenta, os amigos se reúnem mas não conseguem ainda convencer Juju a se integrar ao grupo. O que a fará, finalmente, mudar de ideia?

Episódio 3 - Wi-fi, cervejinha e disco voador
Juju tem uma visão, acompanhada da ideia de liberar o wi-fi para atrair público ao Centro Comunitário. A iniciativa dá “certo até demais”, e uma confusão se instala a partir de uma batida policial. Enquanto os amigos pensam em alternativas para lidar com a situação, Nandinha acaba se envolvendo com Wilsin, o traficante de funk da região.

Episódio 4 – Manda nudes
Nandinha volta do encontro com Wilsin com um pen drive cheio de funks proibidos e revelações catastróficas para o grupo. Wandin se revolta com um segredo revelado e sai impetuosamente, no intuito ingênuo de tirar satisfações com os traficantes da região. Quando uma batida policial dispersa o baile funk local, os seis amigos saem em retirada, o que acaba por trazer mais consequências negativas para o grupo e, finalmente, para o incipiente Centro Comunitário.

Episódio 5 – Financiamento coletivo
João, o pai de Perninha, resolve acabar com o sonho do Centro Comunitário, que só permanecerá vivo se mais uma ideia de Juju vingar: fazer uma campanha de crowdfunding para manter o espaço de portas abertas por mais tempo. Os amigos recorrem a uma performance de hip hop, cheia de esperança e confiança, para angariar recursos e sensibilizar a comunidade acerca da importância do Centro Comunitário Gente Boa.

Direção: Vinicius Cabral
Produção: Cocriativa Conteúdos Audiovisuais

Ultimas

O que vem por aí