Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Programa Especial celebra o Dia das Crianças

Bastidores da dublagem da série Pablo e o projeto Canta e Lê

O Programa Especial comemora o Dia das Crianças neste sábado (12), às 12h30, na TV Brasil, com uma visita ao projeto Canta e Lê que usa vídeos com músicas infantis em baixa rotação para estimular a fala e a escrita de crianças com deficiência.

Outro destaque da oitava edição inédita da temporada é a dublagem da série Pablo, produção inglesa em live-action e desenho animado. O conteúdo, que estreou este ano na TV Brasil, conta as aventuras de um menino de 5 anos que está dentro do espectro do autismo e foi todo dublado por pessoas que também são autistas.

O projeto Canta e Lê surgiu a partir da vivência de Patricia Almeida com a filha Amanda, que tem síndrome de Down. A iniciativa foi concretizada pela designer Carol Rivello, mãe da Alice, que, assim como a Amanda, tem síndrome de Down.

Patricia teve a ideia ao observar a filha, que sempre gostou muito de música. Ela notou que Amanda olhava para a boca da mãe quando queria cantar para observar como a mãe falava.

"A gente pega as musiquinhas infantis e faz mais devagar, como se estivessem com a rotação mais baixa, e, ao mesmo tempo, legenda para a criança ir lendo ao mesmo tempo que canta", explica Patricia.

Já o seriado Pablo surgiu no Reino Unido, em 2017, e estreou na programação da TV Brasil em abril deste ano. O Programa Especial entrevista alguns dos dubladores da produção que contaram suas experiências.

A equipe do programa conversa com o menino Eduardo Polito que dublou o protagonista Pablo e a jovem Larissa Coelho que interpretou dois personagens, a passarinha Ren e a Lhama. Eles contaram suas experiências. 

Eduardo recorda as orientações que recebeu do diretor. "Ele me deu um montão de dicas, de como fazer dublagem, como a gente vai fazer o tom da voz, e o momento que a outra voz sai", lembra.

Já Larissa disse que se identificou com algumas situações retratadas na série. "Eu me reconheci nas histórias de alguns episódios. Quando tem sons altos e tudo mais, eu tapo os ouvidos como os personagens. Nenhum deles gosta muito de sons altos, principalmente a Ratinha", destaca.

Sobre o Programa Especial

No ar há 15 anos, o Programa Especial é dedicado à inclusão de pessoas com deficiência. Apresentada pela publicitária cadeirante Juliana Oliveira, a produção traz matérias realizadas por Fernanda Honorato, a primeira repórter com Síndrome de Down do país.

Em sua décima quarta temporada, o Programa Especial está no ar pela TV Brasil todo sábado, às 12h30. Com 13 edições semanais de 26 minutos, a atração aborda assuntos como independência, microcefalia e esportes, entre outras questões que envolvem o dia a dia das pessoas com deficiência.

A produção também pode ser conferida no aplicativo EBC Play, disponível nas versões Android, iOS e no site http://play.ebc.com.br. O site da TV Brasil traz todas as edições no endereço http://tvbrasil.ebc.com.br/programaespecial.

Com a proposta de abordar as deficiências com naturalidade e revelar o horizonte de atividades que essas pessoas desempenham em sua rotina, a atração leva ao público informação com entretenimento.

Pioneiro, o Programa Especial demonstra na prática a capacidade das pessoas com deficiência. A proposta é explicar como elas podem ser atuantes na sociedade. A produção é voltada para todo cidadão que acredita ser possível, e necessário, incentivar esse respeito às diferenças.

Na telinha da emissora pública desde março de 2004, o Programa Especial aborda assuntos como mercado de trabalho, lazer, novos tratamentos, esporte, saúde, entre outros temas que são tratados de forma inclusiva com linguagem descontraída.

A equipe do Programa Especial acredita que a informação é a melhor forma de se combater o preconceito. Toda vez que mostra casos bem-sucedidos da participação de pessoas com deficiência na sociedade, um número maior de espectadores percebe que é plenamente possível vivermos em um mundo inclusivo.

Acessibilidade para todos os públicos

Para ser 100% acessível ao telespectador, o Programa Especial conta com recursos como janela de LIBRAS, a Língua Brasileira de Sinais; legenda em português e audiodescrição.

A janela de LIBRAS atende às pessoas com deficiência auditiva que não leem português. Já quem tem deficiência auditiva, mas não fala LIBRAS pode acompanhar pelas legendas em português.

Na audiodescrição, as imagens que aparecem na telinha da emissora pública são descritas por um locutor para que as pessoas com deficiência visual saibam o que está sendo mostrado.

Serviço
Programa Especial – sábado, dia 12/10, às 12h30, na TV Brasil
Programa Especial – aplicativo EBC Play, disponível para Android, iOS e no site http://play.ebc.com.br

 Da Gerência de Comunicação Institucional
Empresa Brasil de Comunicação - EBC
Contato: (21) 2117-6471 / (21) 2117-6239

Criado em 10/10/2019 - 14:45 e atualizado em 10/10/2019 - 14:45

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí