Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

A militância do Teatro Mágico

Líder do grupo, Fernando Anitelli, reflete sobre música e arte

Provocações

No AR em 23/04/2015 - 03:00

Anitelli defende movimentos alternativos para alcançar o público

Fenômeno musical paralelo à indústria fonográfica, o Teatro Mágico conquistou público e crítica. Fernando Anitelli explica que o grupo nasce inspirado nos saraus. "Um espaço de troca, onde a gente reúne no palco variadas expressões artísticas", lembra Anitelli, que critica a pasteurização do mercado e o "jabá" das rádios. "Esta prática funciona como uma censura, porque só tocam as músicas de quem paga por isso". Sem fugir às perguntas do apresentador Antonio Abujamra, Anitelli defende outras rotas para se chegar às pessoas. "A gente (o Teatro Mágico)  foi entrando por outras portas, sem pedágios, indo pelo acostamento até encontrar um novo caminho'.  




Criado em 22/04/2015 - 15:38 e atualizado em 22/04/2015 - 15:44

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí