Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Caso Marielle será investigado por comissão independente

O assassinato da vereadora e de Anderson Gomes já completou 5 meses

Repórter Brasil

No AR em 21/08/2018 - 09:30

Familiares da vereadora Marielle Franco e representantes da Anistia Internacional se reuniram na segunda-feira (20) com o secretário de Segurança Pública do Rio, general Richard Nunes. Após o encontro que durou aproximadamente uma hora, a diretora executiva da Anistia no Brasil, Jurema Werneck, disse que o secretário apoiou a criação de um grupo independente formado por peritos e juristas, sem vínculo com o estado, para acompanhar as investigações do assassinato da vereadora e do motorista Anderson Gomes. Também foi mencionada a possibilidade da participação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Ministério Público do estado.

Na reunião o secretário ainda afirmou que as investigações vão prosseguir sem interrupções durante o período eleitoral. A família de Marielle Franco aproveitou o encontro para reforçar o pedido de proteção contra as ameaças recebidas e se mostrou confiante.

 

Criado em 21/08/2018 - 09:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí