Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Começa a ditadura militar

A resistência pela imprensa também…

Resistir é Preciso

No AR em 24/03/2017 - 03:00

O cartunista Claudius fala do período...... e exibe a capa de um dos jornais surgidos naquela épocaDe março de 1964 a dezembro de 1968, e de diferentes maneiras, a sociedade civil brasileira não deixou de cutucar a ditadura militar que ia expandindo sua força. Do outro lado, a imprensa fazia sua parte, ora resistindo, ora atacando. Essa situação é o destaque deste terceiro episódio da série Resisitir é Preciso.

O programa abre com imagens que contextualizam a edição de um jornal no dia 1º de abril de 1964, preparado e rodado na madrugada de 31 de março. Era o jornal “Novos Rumos”, ligado ao Partido Comunista Brasileiro – o Partidão – que ainda tentava construir uma resistência ao golpe que já estava nas ruas. Distribuído clandestinamente e sem os nomes de seus realizadores, o jornal se tornou numa espécie de símbolo do início da resistência, pela imprensa, a uma ditadura que rapidamente ia revelando a sua face. É nesse contexto que o episódio narra a resistência pela imprensa com o aparecimento e surgimento de jornais de diversas tendências.

Resistir pe Preciso também destaca o surgimento do jornal “PIFPAF”, dirigido por Millôr Fernandes, que tinha como colaboradores intelectuais e jornalistas cariocas do primeiro time. Citado na abertura do primeiro programa, PIFPAF tem agora a sua história, e a de seus oito números, contadas. Ao mesmo tempo, em Belo Horizonte, o jornalista José Maria Rabêlo comandava, debaixo de forte pressão, o seu “Binômio”, de clara oposição ao regime. No Rio de Janeiro, “O Sol” dava um show de competência e criatividade.

O episódio também mostra, através da imprensa, a evolução dos fatos que levaram ao AI-5: antigos adversários começam a se unir para se opor ao regime militar, através da Frente Ampla. O deputado Marcio Moreira Alves conclama o povo a não participar do desfile de 7 de setembro; o deputado Hermano Alves escreve artigos no Correio da Manhã, considerados ofensivos pelos militares; e a Câmara se recusa a atender pedido do governo em  cassar os dois deputados.




Direção: Ricardo Carvalho
Produção: Pablo Torrecillas e Rodrigo Castellar

Criado em 25/03/2014 - 18:56 e atualizado em 20/03/2017 - 19:02

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Ultimas

O que vem por aí