Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Ateus, agnósticos e sem religião

Pode-se considerar um ateu “convicto” aquele que consegue explicar a

Retratos de Fé

No AR em 04/02/2016 - 21:31

Comunidade Noiva do Cordeiro, Belo Vale (MG). Foto: Luisina López Ferrari.
Para defender este ponto de vista, a equipe conversa, em Recife, com o publicitário José Nivaldo, autor do bestseller Maquiavel, o Poder, História e Marketing, que cultiva uma visão heraclitiana, materialista e dialética do universo e da sociedade.

Os agnósticos não acreditam nem negam a possibilidade da existência de um deus. Defendem que a questão não pode ser resolvida. Ives Alejandro, professor de filosofia e ciências, realiza estudos em cosmologia moderna, astrobiologia e na interface entre ciência e religião. O professor é especialista no princípio cosmológico da "sintonia fina" do universo e em física das partículas elementares. Membro do programa Ciência e Religião na América Latina do Centro Ian Ramsey para Ciência e Religião da Universidade de Oxford.

No Brasil, se as pessoas que declaram não possuir uma religião fundassem uma nova religião, ela seria a terceira no país em número de adeptos.

São pessoas que possuem crenças variadas, mas não se denominam como devotos de nenhuma religião. Para ilustrar esse ponto de vista, conversaremos com Flávia, moradora da comunidade Noiva do Cordeiro, em Belo Vale (MG), onde várias agricultoras vivem sem uma religião definida, mas se declaram tementes a Deus.

 




Criado em 11/06/2015 - 17:35 e atualizado em 19/11/2015 - 18:47

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí