Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Vale do Amanhecer

No templo em Planaltina (GO), Mestre Raul, filho da fundadora da

Retratos de Fé

No AR em 12/02/2016 - 21:31

É dia de reunião e o Templo está cheio. Pessoas vestidas com roupas coloridas, que representam as encarnações anteriores, andam pelo templo. Médiuns atendem pacientes. A Imagem do Pai Seta Branca ganha de destaque no Templo Mãe.

Em Santana do Parnaíba (SP), um adjunto em formação, fala sobre a expectativa de construir o seu próprio templo. Ele explica que o próximo passo para sua formação é se tornar presidente. A liderança não é uma escolha dele. O Mestre explica que os espíritos avisam qual será o destino dele.


Em Salvador, o engenheiro técnico Rildo construiu uma casa dentro da comunidade do Vale do Amanhecer, que usa para guardar roupas e dormir quando as reuniões vão até muito tarde. Ele e sua esposa frequentam o Vale do Amanhecer há 23 anos. Mestre Rildo relata o que aprende nos trabalhos que desenvolve, e o que coloca em prática no dia-a-dia, para seu crescimento pessoal.

No final de tarde de um domingo, Rildo se apronta e segue para o templo onde realiza o ritual Turigano, que retrata a libertação da Rainha exilada pelo rei Leônidas, sob as ordens do deus Apolo, trazida por Pítia, a grande sacerdotisa do Oráculo de Delfos.

Em Curitiba, a advogada Ângela se converteu há quase um ano ao Vale do Amanhecer. Antes frequentadora da Igreja Católica Ortodoxa, ela explica que se sentia incomodada por ser apenas uma fiel, expectadora. Encontrou dentro do Vale do Amanhecer a possibilidade de sair desse papel e ajudar diretamente as pessoas. Ângela segue com o marido e o filho para o templo. Lá, ela veste suas roupas brancas para começar os trabalhos. A cor branca significa que ela está no processo de iniciação dentro do Vale.

 




Direção: Alfredo Alves
Produção: Breno Nogueira
Roteiro: Denise Flores, Rafael Diniz, Luisina Lopez Ferrari

 

Criado em 22/01/2015 - 21:11 e atualizado em 06/02/2015 - 12:50

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí