Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

A extensão rural nas comunidades indígenas

Assistência ensina a produzir melhor, respeitando a cultura dos

Rio Grande Rural

No AR em 02/05/2015 - 10:00

 


Extensionistas e os índios trocam experiências sobre a terraOs agricultores do município de Pouso Novo, na parte alta do Vale do Rio Taquari, cultivavam grãos, principalmente milho e feijão. A renda não era tão satisfatória assim. Mas, a situação mudou quando eles partiram para novas alternativas de produção, como fruticultura, leite e transformaram o produto agrícola nas suas agroindústrias.

Uma das obrigações dos governos é promover a justa distribuição dos recursos públicos. E ajudar as pessoas que têm muito pouco, fazendo com que elas entrem no processo produtivo e melhorem a renda e a qualidade de vida. É ajudar a concretizar sonhos. Assim como estão fazendo as mulheres rurais de vários municípios brasileiros, e gaúchos. O programa Brasil Sem Miséria está proporcionando isto.

No Rio Grande do Sul, a Emater-Ascar presta assistência técnica e social às comunidades indígenas. É uma experiência relativamente nova, que os extensionistas e os próprios índios estão consolidando. E aprendendo uns com os outros. Os técnicos levam tecnologias que melhoram a produção e a qualidade de vida, sempre respeitando a cultura indígena.

 




Criado em 30/04/2015 - 17:37 e atualizado em 30/04/2015 - 17:37

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas

O que vem por aí